Foto: Cida Muniz

Cida Muniz

O vereador Irineu Toledo (PRB), líder do governo José Crespo (DEM), apresentou uma emenda retirando o reajuste dos vereadores, que na verdade é a reposição da inflação. O parlamentar destacou que o Legislativo também deveria fazer a sua parte, economizando.
Toledo precisava de sete assinaturas para a emenda, mas não conseguiu, portanto, ela já tinha vício de iniciativa. A emenda foi criticada, sendo chamada de populista. O vereador Luis Santos (PROS) foi um dos mais críticos a emenda, lembrando que o vereador atua diretamente com a população.

O vereador Hudson Pessini (MDB), assinou a emenda de Toledo, mas a criticou, afirmando que os vereadores atendem a população diariamente, porém, os secretários ganham até mais que eles e a população nem sabe quem eles são.

O parecer contrário a emenda foi aprovado e o vereador Luis Santos chegou a dizer que Toledo deveria doar a diferença do seu salário com o aumento. Na sequência o republicano afirmou que não doaria, porque queria que todos os vereadores abrissem mão do benefício, mas estes não quiseram.

Durante a discussão acalorada, o plenário da Câmara ficou sem energia. No início o equipamento de som continuou funcionando, mas depois o gerador também ficou sem a bateria e a votação ocorreu no grito. Quando a sessão foi interrompida pelo presidente Fernando Dini (MDB), a energia voltou e a sessão continuou.

1 Comentário

  1. Em discurso , pastor Luís Santos disse que é vereador 124 horas ao dia, lembrando que, médicos , policiais , professores também o são
    Disse que as pessoas os procuram a noite , nos mais diversos horários , note bem que estas pessoas sempre vão a busca de algo particular , algum beneficio próprio , nunca de forma para o município ou população
    Este esquema perverso perpetua o toma cá da la , esse vereador resolve mesmo , esse é dos bons , arrumou uma vaga no hospital para mim , seguramente passou na frente de alguém , e a solução coletiva de resolver os problemas das pessoas , passou despercebida.
    Precisamos filtrar este tipo de politica nefasta , pensar no coletivo, difícil mas não impossível .

Comments are closed.