Pedido para suspender comissão que investiga Crespo é arquivado pela Câmara

O recurso da defesa do prefeito José Crespo para que fosse suspensa a votação que instituiu a Comissão Processante que investiga possível infração político-administrativa do chefe do Executivo foi arquivado na sessão ordinária da Câmara Municipal nesta terça-feira (4). Dezenove vereadores acataram o parecer da Comissão de Justiça e votaram pelo arquivamento do recurso formulado pelo advogado Marcio Leme, que representa o prefeito.

A defesa do prefeito havia solicitado a suspensão da votação da Comissão Processante e, diante do arquivamento do pedido pelo presidente da Casa, recorreu à mesa diretora, que, por sua vez, submeteu o pedido ao parecer da Comissão de Justiça. A referida comissão solicitou o parecer da Secretaria Jurídica, que recomendou que o caso fosse submetido ao plenário da Casa, por não se tratar de assunto de ordem administrativa interna.

Acatando o parecer da Secretaria Jurídica, a Comissão de Justiça encaminhou ao plenário o recurso da defesa do prefeito municipal, recomendando sua rejeição “em razão da precariedade dos argumentos apresentados pelo prefeito municipal”. Um dos argumentos da defesa do prefeito é que a comissão processante foi aberta antes da conclusão da CPI do Falso Voluntariado.

Os vereadores Anselmo Neto (PSDB) e Péricles Régis (MDB), que integram a Comissão de Justiça, explicaram que a abertura da comissão processante não depende da conclusão dos trabalhos da CPI. Com isso, o parecer da Comissão de Justiça foi acatado por 19 votos e o recurso da defesa de Crespo foi arquivado pela unanimidade dos votantes. O presidente da Casa, vereador Fernando Dini (MDB), não vota, a não ser em caso de desempate, conforme prevê o Regimento Interno da Casa.

10 Comentários

  1. O RC não cansa de passar vergonha.
    Perfeita mulher de malandro.
    O cara vem nos comentário de uma notícia, postar outras notícias não tem nada a ver com o tema.

    Mas é trouxa, esse espaço é para deixar um comentário sobre a matéria. Mesmo q seja um lixo de comentário comprado como o seu.
    Ninguém está interessado em ler suas notícias. Vc não tem nenhuma credibilidade por aqui!

  2. Foi o prefeito que enfiou ela nessa enrascada, deixar ela com rabo preso, e ela caiu!

  3. Esse prefeito tá igual o Eduardo Cunha, bandido preso desde 2016, que só causou prejuízos a nação!! Mas uma hora tudo tem fim e ele vai ter o que merece, Cadeia para o Prefake atual!
    #cresponacadeiajq!

  4. Justiça aceita nova denúncia contra vice-prefeita de Sorocaba, diretor do Saae e ex-funcionário

    A Justiça aceitou mais uma denúncia do Ministério Público e tornou a vice-prefeita de Sorocaba Jaqueline Coutinho (PTB), o diretor do Saae, Ronald Pereira da Silva, e o ex-funcionário da autarquia Fábio Antunes Ferreira réus em uma ação cível por improbidade administrativa.

    A denúncia do MP envolve a prestação de serviços do ex-funcionário para a vice-prefeita em horário de expediente. A Justiça aceitou a denúncia no dia 21 de março.

    No mês passado, eles já haviam se tornado réus na esfera criminal. Nessa ação cível, em outubro, o juiz da Vara da Fazenda Pública, Alexandre Dartanhan, já havia determinado o bloqueio de bens dos três acusados.

    Caso sejam condenados, Jaqueline e os outros dois réus perdem os direitos políticos por 10 anos, a função pública que ocupam, ficam proibidos de contratar com o poder público e terão que ressarcir os danos ao erário.

    • Nossa!! Que notícia impressionante!! Que prejuízos a Vice Prefeita causou para a cidade??? Esse BOSTA de Prefeito é um verdadeiro Corno Vingador!!! Esperamos que a Justiça seja feito, que a Vice seja livre e assuma a prefeitura o quanto antes pois esse Bosta teme muito que uma pessoa Integra, Como a Vice Delegada assuma a prefeitura e ache mais rolos desse Bosta e prejudique mais ainda a vida desse Bandido! Esperamos Justiça!! E o SAAE sim merece uma visita do GAECO e CPI porque tá na cara que é um ralo de dinheiro público que vai através do Saae para alimentar políticos corruptos!
      #cresponacadeiaurgente!!
      #ficaVice!

      • A vice-prefeita tem uma integridade próximo de uma banana. Coitada da Banana! Ela colocou para dentro da Prefeitura o autor do pedido de cassação do Prefeito pela primeira vez. Claro os cargos são extremamente técnicos né, nunca de cunho político, jamais, quem pensaria nisso? Ela usou um funcionário público com dinheiro da população para ser motorista exclusivo de seus filhos e fazer inúmeros outros serviços. Entregou o carro oficial SENTRA para funcionário do SAAE, sendo que o mesmo não era mais funcionário de seu gabinete. Inclusive levou uma MULTA DE TRÂNSITO com o veículo oficial, apontado pelo Ministério Público. Responde uma ação criminal e cível. Mas claro

    • Que problema série e que prejuízo!!! A Vice usou um comissionado na hora do almoço para levar filho na escola!! Imagino o prejuízo e a seriedade!!! Nada comparado com o cabidao de comissionados que esse Bosta de Prefake instituiu na prefeitura, terceirizações duvidosas, falso voluntária, quadrilha sendo investigada na ópera Casa de Papel, CPIs várias, dívida pública multiplicada por 4!! E vc vem falar da Vice que é o problema?? Só pode ser um Imbecil de um comissionado e retardado!!! Olha o estrago que esse Lixo de Prefeito está causando pra cidade e o cidadão que paga esse prejuízo!!! Vcs merecem cadeia! Vai tomar café na penitenciária!!

  5. A Justiça não atendeu uma solicitação da Câmara de Sorocaba para suspender o processo que trata do suposto esquema chamado de “fura-fila da saúde”. A decisão foi tomada na sexta-feira (31) pelo juiz Leonardo Guilherme Widmann. A ação civil pública, que fala em improbidade administrativa, cita o ex-prefeito Vitor Lippi, atual deputado federal pelo PSDB, e mais 20 vereadores da legislatura do período de 2009 a 2012, incluindo o prefeito José Crespo (DEM). Alguns dos vereadores fazem parte da legislatura atual.

    O pedido da Câmara era de suspender o processo para aguardar o trânsito em julgado do agravo em recurso especial a fim de que o Legislativo possa figurar no polo passivo da ação – aquele contra o qual se abre um processo, em alguns casos chamado de réu ou reclamado. Houve requerimento para o prosseguimento do processo com a inclusão da Câmara no polo passivo. “A decisão prolatada [proferida] no agravo de instrumento conferiu à Câmara Municipal a faculdade de apresentar contestação e o próprio Ministério Público, autor da ação, manifestou concordância com a inclusão”, diz o magistrado. “Assim sendo, prossiga-se o feito com a anotação da inclusão da Câmara Municipal de Sorocaba no polo passivo da ação”, determina.

    No processo, que tramita em São Paulo, há informação de que teria havido criação de esquema paralelo, contínuo, permanente, sistemático e automático de intervenção na agenda da Policlínica — unidade centralizadora de atendimento de especialidades médicas e exames –, de privilegiar, sem mais, indicados por vereadores, que consumiu efetivamente as cotas disponibilizadas pela Secretaria de Saúde, furando efetivamente a fila, em afronta aos princípios norteadores da administração Pública. O texto diz que 45 mil pessoas foram beneficiadas do esquema. O embate entre a Câmara e o MP será decidido no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Comments are closed.