“Estamos à beira de um colapso”, alega Dini sobre situação financeira da prefeitura

O presidente da Câmara de Sorocaba, Fernando Dini (MDB), informou que a situação orçamentária de recursos públicos de Sorocaba está “à beira de um colapso”. “Estamos tendo dias tenebrosos, mas estamos trabalhando para que Sorocaba saia dessa situação”, disse, ao vivo, durante entrevista ao Jornal da Ipanema da Rádio Ipanema, durante a manhã desta quarta-feira (11).

“Acabou o dinheiro… Vamos ser um pouco mais prudentes: o dinheiro está escasso, contado”, relatou. “Precisamos ter a consciência de que não podemos errar.
Estamos à beira de um colapso na cidade”, completou o parlamentar. “Vamos nos empenhar para que essa situação seja sanada o quanto antes”.

Assista

Sobre a prefeita Jaqueline Coutinho (PDT), o presidente da Casa Legislativa disse ter boa relação com ela, e ainda afirmou que a chefe do Executivo não sabia da gravidade da situação. “Ela não participava do governo. Não tinha conhecimento dos problemas”.

Dini informou ter sido procurado por gestores de unidades de saúde de Sorocaba a respeito da falta de repasse promovida pela prefeitura, entre eles, representantes da Irmandade Santa Casa Misericórdia de Sorocaba, Santa Lucinda, Gpaci e UPH Zona Leste. “Parte dos pagamentos, não na integralidade, foram depositados nesta terça em alguns hospitais”, revelou ele. “Mas a prefeitura está trabalhando para que não se torne real esse estado caótico”.

Já sobre a questão da escassez orçamentária, o vereador defendeu que “esse erro operacional não acontece da noite pro dia. É uma situação que já vinha se arrastando por meses, às vezes por anos”. Questionado se o prefeito cassado José Crespo (DEM) teria sido o causador, Dini nega que esteja referindo-se ao democrata.

Prefeitura já havia divulgado falta de recursos

No dia 5 de setembro, a prefeita Jaqueline Coutinho já havia revelado, durante coletiva a jornalistas, a preocupação sobre as ações para a retomada do equilíbrio da situação financeira da Prefeitura. O déficit atual está estimado em R$ 95 milhões. A chefe do Executivo reafirmou o compromisso de seu governo com a transparência, moralidade administrativa e com a recuperação econômica do município. A apresentação do balanço e a entrevista da prefeita foram acompanhados pelos secretários municipais.

10 Comentários

  1. Enquanto o que se vê na imprensa oficial é apenas
    Exonera…. nomeia
    Exonera…. nomeia
    Nomeia…
    Nomeia…
    Nomeia…
    Os padrinhos fazendo a festa.

  2. O mal do nosso país são os políticos, verdadeiros parasitas que só pensam em encher os bolsos , não estão nem ai com a nação. São todos iguais e não estão nem ai em ver o Brasil falido pois já roubaram tudo que podiam , tiram tudo do povo mas deles mesmos não sai nada . Vermes malditos e o pior é ver gente brigando por causa desta raça.

  3. Povo sorocabano. Ano que vem não esqueçam que os que estão lá não melhoraram em nada nossa cidade. Pelo contrario um caos. Não votem nesses e nem em mim.

  4. Total ingerência… Cargos comissionados em excesso, apadrinhamentos contratos obscuros, brt, terceirização de tudo que pode e não conseguiu enxugar os gastos. Sorocaba possui o 10º maior Produto Interno Bruto (PIB) do Estado de São Paulo e o 22º do país. E chegar a esse ponto é incompetência total. Deve ter algum ralo escorrendo dinheiro. E esses vereadores tudo comprado.

  5. Nossa Câmara é medíocre, sempre escrevo isso, hoje na Rádio Ipa ouvi nosso Presidente , vi que não sabe de nada que passa em Sorocaba, respostas vazias , sem a menor vergonha fala que devolveu R$ 2.500.000 do orçamento da Câmara Municipal como fosse dinheiro deles, mas pergunto qual foi o orçamento dela .. será tipo R$ 60.000.000 .. então.
    Nosso Executivo sapateando na cara desses Vereadores..e agora cheia desta maldita esquerda e a culpa foi de nossa CÂMARA porque não teve coragem de cassar essa vice, que para mim será sempre vice.

  6. Porque os vereadores nao barraram o brt quando tava no papel,esse DINI ERA AMIGAO DO CRESPO OU EU TO ENGANADO

    • O correto é “estou sendo enganado” ou “pensam que me enganam”

      Nosso presidente não consegue sequer começar a sessão do plenário na hora marcada, vai querer dar uma de moralista !
      Õ Fernadinho , passe amanha com conversa mole….

  7. Se o problema foi diagnosticado agora em sua gestão Jaqueline, o momento de manobras políticas é este, o que mais compensa, manter os apadrinhados no poder ou dar assistência as organizações que prestam serviços a saúde, educação, segurança, assistência social etc.
    Semanalmente estou na prefeitura e nestas indas e vindas é facilmente notado o número de servidores batendo cabeça pelos corredores, cada secretaria mantem um elevado número de comissionados que alem de gerar gastos desnecessários somente servem para puxar saco de um e de outro. “Sem ação, não há reação”, e me desculpe a senhora esta na mesma linha do prefeito cassado.

  8. Belas palavras fora os acidentes aki na itavuvu justamente pelo fato do tal BRT…. o legal de tudo e ver que a prefeitura está um colapso e nosso querido EX prefeito crespo gastando dinheiro cm funcionário em Brasília fora a empresa que o tal dito cujo queria contratar para melhorar a sua imagem…. será que nessa época a prefeitura não estava um colapso.

  9. E “bora” entubar o BRT, promover o caos na Itavuvu, levar pequenos lojistas à falência, promover a demissão de funcionários nos comércios da Itavuvu por falta de clientes, isso sem falar na grana que está se gastando com essa obra mitológica para uma cidade com vias feitas para mulas e carros de boi!!! Parabéns aos envolvidos!!
    Admirável estratégia para a mobilidade urbana de Sorocaba.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here