Foto: Divulgação Câmara

A CPI dos contratos da Cies Global ouviu, na tarde desta terça-feira (3), na Sala de Reuniões da Câmara Municipal, a auditora geral da Saúde da Prefeitura de Sorocaba, Andreia Cristina Cesare Pereira Nunes. A oitiva foi realizada em reunião fechada com o presidente da comissão, Hudson Pessini (MDB), o relator Francisco França (PT) e os membros Fausto Peres (Podemos), Fernanda Garcia (PSOL) e Renan Santos (PCdoB).

A depoente foi a responsável pela elaboração do relatório que motivou a abertura da CPI. No documento é apontada uma série de irregularidades no serviço prestado pela empresa Cies Global, que realizou atendimentos médicos em uma tenda montada ao lado da Unidade Básica de Saúde do Jardim São Guilherme.

Antes da oitiva, os vereadores aprovaram a suspensão dos trabalhos da comissão durante o recesso parlamentar – entre os dias 16 e 31 de julho – para que o período não conte no prazo da CPI. Resolveram ainda elaborar até a próxima reunião, no dia 12 de julho, um relatório parcial para encaminhar ao Ministério Público do Estado de São Paulo, que solicitou o acompanhamento da investigação dos parlamentares.

A CPI agendou também para o dia 12 de julho a próxima oitiva, quando deverá prestar depoimento a coordenadora da Central de Regulação da Secretaria da Saúde, Tatchia Puertas Garcia, cujos relatos de dificuldades para registrar em sistema a produção da empresa conveniada motivaram a abertura da auditoria da Prefeitura.

2 Comentários

  1. Peço que se defina o uso do termo “parcial” na manchete. Isso pode ser muito esclarecedor.

    • Como o relatório é parcial ………. será que foram apenas as informações que interessam , quanto se usa farinha , molho de tomate , quanto de calabresa , azeitona ….

Comments are closed.