Vereadores que fazem parte da CPI da chamada ‘Tenda dos Milagres’, que investiga os contratos da empresa Cies Global com a Prefeitura de Sorocaba, reuniram-se na tarde desta terça-feira (14) – pela primeira vez após a suspensão das atividades durante recesso parlamentar –, para definir a sequência dos trabalhos.

No encontro, que contou com a presença do presidente da Comissão, vereador Hudson Pessini (MDB), do relator, Francisco França (PT), e do integrante Renan Santos (PCdoB), foi agendada a próxima oitiva da CPI para o dia 21 de agosto, com a coordenadora da central de regulação da secretaria da saúde.

No início do mês de julho, a Comissão ouviu a auditora geral da Saúde da Prefeitura de Sorocaba, Andreia Cristina Cesare Pereira Nunes, responsável pela elaboração do relatório que motivou a abertura da CPI. No documento, foram apontadas diversas irregularidades no serviço prestado pela empresa Cies Global, que realizou atendimentos médicos em uma tenda montada ao lado da Unidade Básica de Saúde do Jardim São Guilherme.

Além da oitiva, a CPI também vai oficiar a Prefeitura sobre documentos que foram solicitados e entregues parcialmente à Comissão. Após os arquivos serem recebidos, ficou constatado que faltam páginas das respostas da CIES Global aos questionamentos feitos à empresa pelo Executivo.

A Câmara está em fase de licitação para contratar uma empresa de consultoria, formada por médicos e profissionais especializados, para analisar toda a documentação reunida durante a investigação.

Relatório parcial entregue

A pedido do promotor Orlando Bastos, a CPI da CIES Global protocolou no Ministério Público o relatório parcial dos trabalhos realizados. O documento foi entregue na manhã de 17 de julho, pelo presidente da CPI, vereador Hudson Pessini (MDB), juntamente com a assessoria do vereador Francisco França (PT), relator da comissão. A CPI também é composta pelos seguintes parlamentares: Vitão do Cachorrão (MDB), Iara Bernardi (PT), Péricles Régis (MDB), Fernanda Garcia (PSOL), Fausto Peres (Podemos) e Renan Santos (PCdoB).