Às pressas, Crespo desmarca agenda e procura secretário de Segurança de SP

Uma “corrida de última hora” feita pelo prefeito José Crespo (DEM) para procurar o Secretário de Segurança Pública de São Paulo, General João Camilo Pires de Campos, para uma conversa causou estranheza nos bastidores políticos de Sorocaba, nesta quarta-feira (17). Segundo o apurado pelo Ipa Online, o democrata desmarcou parte de sua agenda prevista para esta quarta-feira (17) para ir à capital reunir-se com o chefe da Pasta de Segurança.

Apesar de o encontro ter ocorrido com o titular de uma das principais Pastas do governo do Estado, a reunião ocorreu aparentemente sem muito alarde e divulgação por parte da prefeitura. O teor da conversa é desconhecido.

Fontes internas da Pasta informaram ter visto o prefeito no local para uma reunião, aparentemente de emergência, com o General João Camilo. Ainda, o prefeito tinha intenções de conversar com o vice-governador Rodrigo Garcia, mas o encontro ainda não foi confirmado.

O Ipa Online questionou a Prefeitura de Sorocaba sobre as reuniões citadas acima. Segundo ela, “o Prefeito de Sorocaba, como faz regularmente, esteve reunido com diversas autoridades do governo do Estado para tratar de assuntos de interesse do Município nas mais diversas áreas, como: Segurança, Educação, Saúde, Cultura, Esportes e outros.”

O encontro acontece justamente um dia após o escândalo envolvendo um suposto esquema de corrupção que envolveria o prefeito e Tatiane Pólis, no qual ela receberia um salário de R$ 11 mil, mesmo atuando como voluntária para a prefeitura.

José Crespo foi citado em depoimento à Polícia Civil, dentro da operação “Casa de Papel”, pelo ex-secretário de Comunicação Eloy de Oliveira, que trabalhou para Crespo desde a campanha eleitoral. Segundo o ex-titular da Secom à polícia, todo o esquema de pagamento a Tatiane era feito por meio de uma empresa de publicidade que tem contrato com a prefeitura. O ‘salário’ ocorreria por determinação do prefeito.

Crespo consta também em um inquérito policial que investiga a atuação do voluntariado de Tatiane Pólis. O caso já está nas instâncias superiores da Justiça.

O caso da ex-assessora, se comprovada a influência em atos e ações do Executivo Municipal, é tipificada como crime no Código Penal Brasileiro, em seu artigo 328, como usurpação da função pública, ou seja, exercer ou praticar ato de uma função que não lhe é devida. A punição se dá quando alguém, indevidamente, utiliza uma função pública alheia, praticando algum ato ou vontade correspondente.

9 Comentários

  1. Para quem faz festa para inaugurar um muro e 450 METROS de rua , uma visita a um secretário do estado ser mantida “em segredo” é a coisa mais normal do mundo… do mundo dele.
    “Sem muito alarde”…. belo eufemismo para ESCONDIDO.

  2. “Apesar de o encontro ter ocorrido com o titular de uma das principais Pastas do governo do Estado, a reunião ocorreu aparentemente sem muito alarde e divulgação por parte da prefeitura. O teor da conversa é desconhecido.”
    Como podemos ousar em tecer comentários, se ninguém sabe o motivo da reunião conforme a reportagem afirma ? Ir ao Palácio do Governo pedir algo ao Município de Sorocaba é obrigação do prefeito !

    • JÁ SE SABE O MOTIVO QUE LEVOU O VAGABUNDO ATÉ LÁ. FOI PEDIR O AFASTAMENTO DO DELEGADO QUE COMANDA A OPERAÇÃO PARA O GENERAL. E COMO SEMPRE SE FERROU!!!!

      ORDINÁRIO, CADA VEZ MAIS SE COMPLICANDO SUA SITUAÇÃO COM A JUSTIÇA.

      QUESTÃO DE TEMPO PARA PERDER SEU MANDATO NOVAMENTE, E DESSA VEZ PARA NUNCA MAIS VOLTAR PARA A VIDA PÚBLICA!!!!

  3. Pela cara de poucos amigos desse general o prefeito mequetrefe vai levar um coice danado quando chegar lá para pedir arrego! Talvez nem recebido será. Exército e corrupção não se coadunam.

    #ForaCrespo

  4. NÃO É ERRADO USAR DINHEIRO PUBLICO PRA USAR NA PUBLICIDADE PESSOAL?

  5. Acredito que receberá o mesmo tipo de atenção que todo aquele que tripudia as leis, trai os votos democráticos que lhe foram confiados e desafia todos os poderes constituídos em benefício próprio ou dos seus, como um legítimo déspota , sempre recebeu das nossas gloriosas Forças Armadas : o completo desprezo .

  6. E isso que nem abriram a caixa preta do BRT, o maior ralo do dinheiro público em Sorocaba, UM ano e nada foi feito, só buracos e tapumes. O povo elegeu não uma chapa de políticos, mas uma quadrilha de assaltantes para governar Sorocaba. Agora é a hora da verdade, que preparem as acomodações para o coroné Odorico e seu bando em Aparecidinha.

  7. Como diz o ditado…ninguém gasta vela com defunto ruim….Vai dar com os burros n’agua

Comments are closed.