Suspeito de divulgar foto de urna nas redes sociais em Sorocaba é ouvido pela PF

Foto: reprodução/Google Maps

Um homem foi detido pela Polícia Federal, em Sorocaba, na manhã desta quarta-feira (24), suspeito de divulgar uma foto de seu voto na urna eletrônica nas redes sociais. Após ser ouvido na sede da PF ele foi liberado.

O cumprimento do mandado de busca faz parte da operação Olhos de Lince, que ocorre em quatro estados, e busca combater crimes nas eleições deste ano.

O bairro que o rapaz foi detido em Sorocaba não foi divulgado. De acordo com a PF, o homem confessou ter publicado seu voto na urna no Instagram. O homem deve responder pelo artigo 312 do código eleitoral por violar ou tentar violar o sigilo de voto e, se condenado, pode ser detido por dois anos.

O restante dos mandados foca nas cidades de São Paulo, Uberlândia (MG) e Caxias do Sul (RS). Estão sendo lavrados também cinco Termos Circunstanciados de Ocorrência, com a intimação dos investigados, nos municípios de Juiz de Fora/MG, Varginha/MG, Recife/PE e Caxias do Sul/RS.

Na ação desta quarta, são apurados pela PF, conforme o caso, os crimes de violação do sigilo do voto e de incitação ao crime de homicídio, respondendo, os investigados, na medida de suas participações.

As ações fazem parte dos atividades realizadas pelo Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral – CICCE/2018 e são resultado do trabalho desenvolvido pela Polícia Federal no acompanhamento das redes sociais com o objetivo de identificar e evitar possíveis crimes eleitorais e ameaças aos candidatos que concorrem ao pleito.

Para a identificação dos investigados foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial, que por meio de critérios científicos permitem a realização de análises e comparações das características faciais tais como como cicatrizes, manchas e proporções, possibilitando a identificação de forma técnica e precisa dos suspeitos.

1 Comentário

  1. O PT está tão desesperado que usa o TSE, PF, MP etc para tentar evitar o inevitável:
    BOLSONARO será PRESIDENTE em 2019 !
    Aceita que dói menos….
    Mas, cabe ao TSE investigar as denúncias sobre a adulteração das urnas, mas de forma imparcial e justa e não ficar defendendo “Presidiário Nove Dedos” vagabundo e sua facção (PT) criminosa !
    Ou estão todos eles na folha de pagamento do PT ?

    “Digo a verdade, doa em quem doer”

Comments are closed.