Produtor rural mantém família refém por três horas e ameaça atear fogo em casa

Foto: reprodução/Google Maps

Um lavrador de 44 anos, morador de Pilar do Sul, foi preso pela Polícia Militar por manter a própria família refém por aproximadamente três horas na casa em que moram, na zona rural do município.

Segundo informou a PM, o caso ocorreu por volta das 17 horas da última quarta-feira (20). O agressor teve uma crise de ciúme da esposa, de 41 anos, e resolveu trancá-la no quarto com os três filhos de 20, 17 e 14 anos de idade.

Após fazê-los reféns, o produtor rural ameaçou atear fogo na residência com todos dentro. A filha do agressor conseguiu fazer com que a PM fosse ao local, após mandar mensagem para o celular de seu noivo.

Por volta das 20 horas os policiais chegaram ao local e viram as vítimas pedindo socorro pela janela do imóvel. O agressor, alterado, tentou impedir a aproximação da PM. Ele foi detido e a família libertada.

O lavrador negou que fez a família refém e alegou que eles teriam se trancado por conta própria. Ele foi encaminhado à delegacia e preso em flagrante por violência doméstica e cárcere privado com base na Lei Maria da Penha. Além disso, responderá por desobediência policial.