A Polícia Federal vai investigar um ato de vandalismo que ocorreu na Escola Estadual Humberto de Campos, em Sorocaba. No local, foram destruídas urnas eletrônicas que estavam prontas para o 2º turno das eleições. Os vândalos deixaram um bilhete com a frase: “Todo vcs vau pro inferno (sic)”.

De acordo com informações da Guarda Civil Municipal (GCM), um homem foi visto pulando o muro da unidade de ensino na noite de sábado (27). A equipe atirou contra o suspeito, mas ele conseguiu fugir.

Cerca de 15 urnas eletrônicas foram destruídas e tiveram de ser substituídas. Os vândalos arrombaram as salas e quebraram portas. Além disso, vários documentos que seriam usados pelos mesários também foram danificados e espalhados nas salas da 17ª seção da 271ª Zona Eleitoral.

Todo o material danificado foi recolhido e encaminhado ao cartório eleitoral. A votação no local segue normalmente. O caso segue em investigação

Outro caso

Na Escola Estadual Professor Flávio Gagliardi, no Jardim Saira, vândalos invadiram o local e cortaram a fiação elétrica da unidade de ensino.

Embora os estragos, a ação não prejudicou a votação, as urnas possuem bateria interna com autonomia para funcionar por oito horas.