Um pastor, de 76 anos, condenado por estuprar a enteada durante dois anos, em Sorocaba, foi preso na manhã de segunda-feira (3). Eurípedes Narciso de Lima estava com mandado de prisão expedido desde 2016, mas não havia sido localizado.

Segundo Luciana Bachir, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o pastor foi detido ao sair de uma igreja no Jardim Zaira, em Mauá.

A menina foi abusada dos 11 aos 13 anos, na casa dela, quando o pastor era o padrasto. Ele foi condenado a 14 anos de prisão.

Em depoimento, na ocasião, o pastor negou o crime e disse que a adolescente estava inventando história. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Pilar do Sul.