Uma mulher de 28 anos, que matou o irmão em 2014 durante uma briga familiar, foi presa após atirar contra um homem, na noite de terça-feira (11), em Votorantim. A vítima foi encaminhada ao Hospital Regional de Sorocaba e segue internada.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o crime foi registrado no bairro Monte Alegre. Equipes foram acionadas pelo Pronto Atendimento Municipal (PA). Ambos deram entrada na unidade de saúde com ferimentos [a mulher e o homem]. Ela estava com lesões no braço e ele, baleado na barriga.

Em depoimento, a mulher disse que havia saído da aula de capoeira e foi até uma pastelaria. Lá, encontrou com o homem e os dois começaram a discutir. Durante o bate-boca, ela teria sido agredida com socos; para se defender, atirou contra ele.

Mesmo ferido, o homem conseguiu render a agressora, tomou a arma dela e fugiu. Ele foi socorrido por familiares e encaminhado ao PA. A arma foi apreendida. A agressora, após ser medicada, foi presa e autuada por tentativa de homicídio.

Matou o irmão

Em 2014, a mesma mulher, após uma briga familiar, atirou contra o próprio irmão, de 30 anos, com uma espingarda calibre 28.

O tiro atingiu o peito da vítima, que morreu no local enquanto recebia atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Após cometer o crime, ela se entregou à polícia.

Em depoimento, na ocasião, a mulher contou que agiu em legítima defesa, uma vez que temia pela “própria vida”. A jovem contou que sempre era agredida pelo irmão.

No dia do crime, relatara que a discussão teve início quando o irmão chegou embriagado na casa onde residiam.

Os dois estavam num dos cômodos e, de posse de uma arma, ela atirou contra ele. Após o crime, ela fugiu. Dias depois, comparecera à Delegacia de Polícia de Votorantim em companhia da mãe, alegando ter sido vítima de agressão.

Após prestar depoimento, ainda em 2014, a jovem foi liberada.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here