A Justiça de Sorocaba concedeu liberdade à Bruna Aguilera, jovem acusada de comandar uma quadrilha que cometia furtos em casas de Sorocaba e região. Bruna estava presa desde julho de 2017, quando saiu da cadeia na semana passada após, no dia 21 de fevereiro deste ano, receber a pena de dois anos de prisão inicialmente no regime aberto.

Outros três acusados de participar do grupo criminoso, Robson Aguiar, condenado também a dois anos e Alisson Silva Teixeira, condenado a três anos de prisão, também cumprirão a pena em regime aberto; o terceiro foi absolvido.

O alvará de soltura foi expedido em 27 de fevereiro. Alguns dos pontos de decisão do juiz para conceder liberdade à Bruna são que ela é ré primário e confessou os crimes.

O caso 

À época em que o caso foi apresentado pela Polícia Civil, em julho do ano passado, Bruna era considerada “acompanhante de luxo”, especializada em furtar residências, principalmente, em regiões nobres e condomínios de alto padrão em Sorocaba e região.

Os integrantes do bando, com o lucro obtido por meio dos produtos furtados, inclusive muitas jóias, costumavam “ostentar” o padrão de vida confortável nas Redes Sociais.

Crimes

O grupo atacou uma casa localizada no Jardim Pagliato, em fevereiro do ano passado. De lá, furtaram joias, cartões de banco, televisão, aparelho de celular, além de um veículo modelo GM/ Montana. Câmeras de monitoramento de residências vizinhos registraram o crime.

O grupo se dividia “nas tarefas”: enquanto Bruno e Robson entravam nas residências e separavam os objetos produto de furto, Bruna os levava até os imóveis escolhidos, vigiava os locais e garantia a fuga.

A investigação da Polícia Civil concluiu que tanto Bruna quanto Bruno e outro suspeito seriam responsáveis por, no mínimo, cinco furtos na região. Na casa dos acusados, policiais apreenderam diversos produtos que seriam dos crimes cometidos, inclusive na casa da jovem foram encontradas até armas.

Uma vítima do grupo, que mora em Capela do Alto, reconheceu joias e aneis que teriam sido furtadas por ele.