Jogador do São Bento é liberado após ser detido por posse de drogas na ZN

Foto: Jesus Vicente

O jogador Régis, lateral-direito do São Bento, foi detido pela Polícia Militar, nesta manhã de quarta-feira (13), suspeito de embriaguez ao volante e posse de drogas na Zona Norte de Sorocaba. Ele ainda teria resistido à prisão e foi preso no momento em que deixava o estacionamento de um posto de combustíveis.

Régis foi encaminhado à delegacia, ouvido e liberado na sequência.

Segundo informações da Polícia Militar, a prisão ocorreu por volta da 9h30, quando uma equipe policial fazia patrulhamento na avenida Itavuvu, altura do número 1.175. A PM viu o o jogador dentro de seu veículo, modelo Peugeot, dirigindo ainda dentro do posto. Foi dada ordem de parada, mas Régis não obedeceu e avançou na direção da viatura. Régis, visualmente alterado, foi detido pela equipe.

Pinos de cocaina encontrados no carro do jogador / Foto: Polícia Militar

Ainda no local os policiais constataram sinais de embriaguez. Na carteira dele foram encontrados três pinos com cocaína e outros dois pinos vazios. Ele foi encaminhado ao Plantão Policial Norte, onde foi ouvido e liberado.

Régis foi anunciado como reforço do ‘Azulão’ há cerca de duas semanas, no dia 27 de fevereiro.

Veja a publicação abaixo na página oficial do Facebook do time:

O Ipa Online procurou o time para um posicionamento e aguarda a resposta do mesmo.

Atualmente o jogador faz parte da equipe que disputa o Campeonato Paulista 2019. O próximo jogo do São Bento está marcado para acontecer contra Red Bull Brasil, nesta sexta-feira (15), às 18h45, em Campinas.

5 Comentários

  1. Infelizmente tratamos um drogado ou alcoolotra ,como contraventor ,quando deveríamos tratá-los como doentes e dar outras 192 chances de recuperar ,penalizar ou criticar não adianta e sozinho ele não vai se curar

    • Exatamente Júlio, o olhar sempre é de que o usuário é o culpado por sua doença ou por todos os crimes originados pelo tráfico de drogas. Enquanto o olhar sobre os adictos for o de exclusão, o de pena, o de afastamento, teremos situações como está. De um membro da sociedade que somente não é um cidadão pleno por estar abastecido de suas capacidades, trataremos cidadãos como expurgo

  2. Quando você acha que as coisas para o Bentão não podem piorar….Vem a diretoria e contrata um jogador que já recebeu 192 chances de se recuperar e desperdiçou todas. Resustado…. nao poderia ser diferente.

      • Na empresa que sou gestor e outras tantas que conheço, os colaboradores que fazem uso de droga e álcool são identificados e convidados a buscarem junto a empresa tratamento e solução. Eles e as famílias recebem todo apoio e ajuda social, psicológica e médica para enfrentarem a situação. E da muito resultado!!. Mas como em tudo, tem exceção.
        Não calçamos os sapatos de ninguém. Pois isso é responsabilidade de cada um.
        Mas respeito seu ponto de vista

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here