Por Cristiane Carvalho

Um estudante de medicina, filho de médicos que atuam na região de Sorocaba, foi preso após espancar e matar a namorada, a também sorocabana Patrícia Mitie Koike, de 22 anos, que fazia medicina em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. Altamiro Lopes dos Santos Neto, 21 anos, foi preso na noite de segunda-feira (9). Ele tentou fugir de um cerco policial, mas foi detido.

O agressor Altamiro Lopes dos Santos Neto espancou e matou a namorada

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), testemunhas viram o rapaz em um veículo, com a jovem toda machucada ao seu lado. Uma equipe foi até o local informado e encontrou o suspeito próximo a um viaduto. A jovem estava dentro do veículo com diversas marcas de agressão. Ela foi encaminhada ao Hospital Geral de Nova Iguaçu, onde foi constatada a morte.

O agressor foi encaminhado à delegacia pelos policiais. Em depoimento, ele contou que havia discutido com Patrícia, na casa onde moravam, e que durante a briga agrediu a jovem, e, em seguida, tentou socorrê-la.

No caminho do hospital, Altamiro disse que Patrícia começou a tremer. Assustado, ele parou em um posto de gasolina para pedir ajuda, mas os frentistas suspeitaram que a jovem estivesse morta e acionaram a polícia.

Comoção

A morte de Patrícia foi divulgada nas redes sociais pelo irmão. Na postagem, ele lamentou a morte da jovem e disse que “fará o possível para que nenhuma mulher mais seja vítima desse tipo de crueldade”. Os pais dela moram no Japão. De acordo com amigos, os dois se conheceram na escola, em Sorocaba.

4 Comentários

  1. Que tipo de cadeia é esta , que deixa fugir esses criminosos bárbaros que tiram a vida das Mulheres?
    Criminosos tem que pagar pelos seus erros.

  2. Infelizmente hoje pela manhã (12 de abril), o jovem acusado de matar a namorada espancada fugiu da cadeia com a ajuda de um colega de cela e violou o túmulo da jovem assassinada. Com a ajuda do comparsa, o suspeito retirou o cadáver da vítima e o largou no meio da rua com as algemas nas mãos e nos pés. Ele e o colega de cela que virou seu comparsa fugiram com os pertences da vítima!

Comments are closed.