Reprodução

E-mails obtidos com exclusividade pelo IPA Online, referentes à investigação policial sobre o Falso Voluntariado na Prefeitura de Sorocaba, mostram que o prefeito José Crespo pode ter utilizado seu gabinete oficial, em horário de expediente da administração pública, para realizar reuniões com um cientistas políticos para a preparação de sua pré-campanha à reeleição. As mensagens foram rastreadas e confirmadas por agentes da polícia civil dentro do inquérito policial que investiga a prática do crime de Usurpação de Função Pública por parte da ex-assessora Tatiane Pólis na Prefeitura de Sorocaba.

As reuniões seriam feitas entre o prefeito, a ex-assessora Tatiane Pólis, definida por ele como coordenadora de seu gabinete, e cientistas políticos da empresa Strategie, contratada pela agência de Publicidade DGentil, de nome fantasia Estação Primeira da Propaganda, contratada pela Prefeitura para fazer a publicidade oficial da Administração.

De acordo com as trocas de mensagens, a empresa realizaria pesquisas quantitativas e qualitativas, e a agenda de eventos externos de Crespo seria feita com base nos dados, para aumentar suas chances de reeleição. O prefeito concordou tanto com a agenda como com o serviço, nomeou a ex-assessora como coordenadora da agenda “política” e chegou a marcar uma reunião no dia 23 de janeiro, às 13h30, para “alinhamento” com cientistas políticos.

Em uma mensagem enviada em 11 de janeiro de 2019, o ex-secretário de Comunicação e Eventos, Eloy de Oliveira, pede que o prefeito que marque agendas voltadas a sua reeleição, trabalhando “dados de pesquisas que temos e agir pontualmente”. Essas agendas seriam às quartas-feiras.

Segundo Eloy, ele combinou com a agência de publicidade DGentil, de nome fantasia Estação Primeira da Propaganda, a contratação da empresa Strategie não “só para fazer as pesquisas e filmes, mas para esse trabalho também”.

O secretário Eloy diz ainda no email que serão feitas pesquisas quantitativas todos os meses dentro deste serviço, começando por fevereiro, e qualitativas a cada dois ou três meses. Segundo Eloy, o material iria “nos guiar nas agendas e também nas campanhas de mídia que já estamos fazendo (aliás, já está nos guiando)”.

Para o secretário de Comunicação, o trabalho era fundamental para suas expectativas de reeleição. “Não podemos errar nem um milímetro neste ano. O trabalho precisa estar todo amarrado para conseguirmos atingir as metas que temos”.

Eloy termina a mensagem dizendo que gostaria de marcar uma reunião entre o prefeito, os cientistas políticos e um homem identificado como Navarro. Luis Navarro é um dos proprietários da agência Dgentil (Estação Primeira da Propaganda). O ex-secretário de Comunicação sugere que a reunião fosse marcada na quinta-feira (17/01), às 19h.

José Crespo respondeu ao email do ex-secretário, com cópia encaminhada a Tatiane Pólis, em 12 de janeiro. De acordo com o email, Crespo concorda que essa nova agenda seria importante. Ele afirma que quem vai coordenar “a compilação de ideias e produção dessa agenda, será a Dra. Tatiane”. Dra. Tatiane é a forma como o prefeito se refere a ex-assessora Tatiane Pólis em seus e-mails.

O próprio José Crespo disse nesse email que não poderia participar da reunião do dia 17 “só para combinar detalhes”, pois ele estaria trabalhando demais, e que gostaria de ficar “apenas para o estabelecimento de metas e diretrizes”. Ele determina que Dra. Tatiane “deve participar dessa reunião, como coordenadora do meu gabinete para essa agenda política”.

No dia 14 de janeiro, Eloy de Oliveira solicitou novamente uma agenda dos cientistas políticos com o prefeito, para fazer um alinhamento.

Em 18 de janeiro, o prefeito Crespo respondeu que Eloy havia solicitado uma “conversa de ‘alinhamento'” com a Strategie. “Ok, isso poderá acontecer na 4a.feira 23/1/19 às 13h30, no meu gabinete”. José Crespo ainda disse que “do nosso lado, participarão eu, você a Taty”.

A mensagem é assinada com as iniciais JC, como José Crespo costuma terminar seus e-mails. Leia os e-mails na íntegra abaixo.

Reprodução
Reprodução
Reprodução

Leia a nota enviada pela Prefeitura sobre os e-mails

A Prefeitura de Sorocaba informa que até o presente momento não teve acesso ao inquérito Civil e ao depoimento do ex-secretário Eloy de Oliveira, fato que causa estranheza, pois a Procuradoria e Corregedoria Geral do Município solicitaram vistas do inquérito à Policia Civil e até agora não obtiveram acesso, porém, diariamente, parte da imprensa recebe com exclusividade, informações e cópias de documentos do inquérito.

A Prefeitura informa também, que no último mês a página no Facebook e os e-mails do prefeito sofreram ataques de hackers que utilizaram referidos meios de comunicação de forma criminosa, portanto é impossível o prefeito se posicionar sobre o conteúdo de algo que não têm acesso.

A Corregedoria Geral do Município abriu processo para apuração, onde o ex-secretário Eloy de Oliveira foi convocado para prestar depoimento e, com as necessárias instruções processuais, todos os fatos deverão ser esclarecidos.

Sobre os e-mails divulgados pela imprensa, conforma anexos “e-mail_eloydeoliveira_tatianepolis_1 e 2”, nota-se que é uma troca de mensagens entre Eloy de Oliveira e Tatiane Polis, não havendo envolvimento do prefeito.

Sobre os e-mails onde há a participação do prefeito José Crespo, a Prefeitura esclarece que é comum o prefeito se referir às pessoas que trabalham próximas a ele com um tratamento respeitoso como Dr. ou Dra, V.sia., etc., conforme exemplos nos anexos “exemplos de tratamento 1, 2, 3, 4 e 5”.

Nos e-mails (anexo “e-mail_coordenação de atividades de campo” e “e-mail_agenda politica do prefeito”) fica claro que o prefeito designa Tatiane Polis como coordenadora executiva e não administrativa, sendo responsável pela ação. É possível verificar que o ex-secretário de Comunicação e Eventos, Eloy de Oliveira, é copiado no e-mail, caracterizando sua importância e ciência sobre os fatos e determinações do prefeito sobre a sua pasta. Em todos os e-mails nota-se o respeito do prefeito José Crespo com a função de cada envolvido, demonstrando respeito pelas tarefas e atribuições de cada um.

23 Comentários

  1. Deus nos livre releiçao para esse prefeito que ai está. Nem como sindico tem chanche.

  2. […] Três ex-secretários de Crespo constam como investigados na operação. Um deles, Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos), revelou que a voluntária do prefeito, Tatiane Polis, recebia salário de R$ 11 mil por sua atuação como voluntária. Ainda, ela possuía forte poder dentro do governo, no qual além de cuidar da agenda do prefeito, comandava o Gedai, uma espécie de exército virtual para combater críticas a Crespo nas redes sociais e até mesmo participava, aparentemente dentro da prefeitura, de reuniões para ações de reeleição do democrata. […]

  3. Acha que é possível se reeleger??? E acredita piamente nisso ???
    A defesa dele pode alegar insanidade ( com toda razão ) que ganha a parada e a pena alternativa é tratamento com gardenal injetado direto no cérebro !!!

  4. CRESPO VOCÊ FOI. É E SEMPRE SERÁ UMA DAS MAIORES MÁCULAS DA NOSSA “SUBLIME INSTITUIÇÃO”. ENTENDEDORES ENTENDERÃO! FORTE 3X3 A TODOS. Ps.: Seu BOSTA!

  5. Pelo visto, com o tanto de poder q o Encrespado dá à Sem diploma, não é apenas para reuniões de pré candidatura q ele usa indevidamente o seu gabinete…ahhh se aquela mesa falasse…talvez ela dissesse pro Encrespado q são outros os buracos q precisam ser tapados!

  6. Esse loco varrido vive num mundo não real!! E as cagadas dele sobram para a população de sorocaba! Esperamos que a Justiça e GAECO tirem esse indivíduo o mais urgente possível da prefeitura!! De preferência algemado!! Bandido!!!! Não engana ninguém!!

  7. “Para concorrer o candidato deve ter domicílio eleitoral onde pretende concorrer há pelo menos 1 ano e filiação confirmada pelo partido no mínimo 6 meses antes da eleição. Ter mais de 18 anos e ser alfabetizado Para permitir a candidatura o estatuto do partido pode definir um prazo de filiação maior.”

    Se estiver dentro destes requisitos, nada pode impedir nenhuma candidatura

    • Para concorrer o candidato precisa ser financiado pelo partido politico ou simpatizantes da sua candidatura, não utilizando recurso público através de contrato de 20 milhões do caixa da prefeitura.

    • Já ouviu falar de ficha limpa, RCzinho ?
      E já leu a reportagem sobre os comissionados que trabalham nas redes sociais para ajudar na construção da imagem do prefeito ? Está nesse mesmo periódico eletrônico.
      Você não faz idéia de como o povo de Sorocaba, principalmente a Zona Norte, está ansioso pelo desenrolar desse processo… e nomes surgirem.

    • RC parasita, lunático, assim como seu mestre JC, peçam licença para ir ao wc e sumam da vida pública para nunca mais voltar.

      RC peça ao JC (Pinóquio doido) que tenha hombridade uma vez na vida e renuncie ao seu mandato.

      Vcs deveriam estar no fundo da cadeia!!!

      Pode chorar, espernear, dessa vcs não escapam!!!

      Aceitem que dói menos…

      #ForaCrespoeSuaCorja

  8. Reeleição? Esse cara além de mau caráter e corrupto é esquizofrênico de pedra, ele nem prefeito é, quem manda na cidade de fato é uma fulana enrolada com a justiça, com diploma comprado e que se apresenta como voluntária. Sorocaba vive um filme de terror que nem a mente brilhante de Stephen King poderia conceber. Cadeia nesses pústulas é o mínimo para as coisas recomeçarem a entrar nos eixos.

Comments are closed.