A Guarda Civil Municipal (GCM) realizou na manhã desta sexta-feira (23), uma fiscalização na rua Leopoldo Machado, na região Central de Sorocaba, para coibir a ação dos flanelinhas. A ação ocorreu após denúncias feitas por moradores, através das redes sociais.

De acordo com a GCM, durante a fiscalização a equipe abordou dois homens que estavam olhando os veículos. Ambos foram orientados a não reservar as vagas com cones e outros objetos, que foram retirados no momento da ação, bem como não intimidarem os motoristas que estacionam no local.

 

 

34 Comentários

  1. A maioria dos flanelinhas são viciados em álcool, crack e outras drogas, eles encontram neste “serviço” uma maneira de financiarem seu vício, então sabemos que há o interesses de narcotraficantes e agentes públicos corruptos em jogo, e vem os inocentes inúteis dizerem que importunar o cidadão pagador de impostos não é crime. Este país jamais será uma nação de verdade enquanto sermos coniventes com criminosos e nos vitimizarmos. A verdade está aí, escancarada, mas muitos não querem vê-la.

    • Se importunar e a vítima quiser apresentar o fato a autoridade policial, é crime.
      Sem vítima, não existe crime.

    • Eu so trabalhador como qualque trabalhador que trabalha e não so visiado em nada, so porque eu so flanelinha so visiado?

      • Pessoalmente não tenho nada contra vocês, sei que muitos estão nas ruas não porque escolheram mas porque foram impelidos por força das circunstâncias, mas te digo que se você um dia emigrar para um país sério como EUA ou da Europa e for tentar exercer a atividade lá muito certamente será preso e deportado, porque nesses países é CRIME grave exercer uma função não autorizada, ainda mais pública. Quando damos nome às coisas fica mais fácil entendê-las.

  2. Flanelinha NÃO é profissão, não existe em lugar nenhum do mundo, brasileiros metidos a “expertos” que foram fazer isso lá fora se lascaram, foram imediatamente presos e deportados, é CRIME alguém não autorizado por lei fazer serviço de vigilância de rua. Mas brasileiro odeia leis, acha que só se aplicam aos outros, não a ele.

      • Não sei, pergunte para os governos dos EUA, Inglaterra, Alemanha, Espanha, França, Austrália, Canadá.. lá flanelinha É CRIME. Será que esses países precisam aprender o que é democracia à lá Brasil?

  3. Sem vítima não há crime. Esses flanelinhas só estão lá pois muitas pessoas até deixam as chaves dos carros com eles pra manobrar os veículos. Se a pessoa que se sentiu coagida ou ameaçada não quiser registrar ocorrência na delegacia, não tem o que fazer, não adianta chamar a Polícia Militar ou Guarda Cívil pra “assustar” os flanelinhas, depende da pessoa que se sentiu coagida a querer registrar o caso.
    Sem ter o que fazer, está muito bem feito a orientação pois aquilo que não é proibido, permitido esta. Se o policial ou guarda faz algo que ultrapasse a linha, esses que aqui estão criticando são os primeiros a tirar os celulares do bolso pra filmar e depois por no Facebook da vida, criticando também.
    Quanto a Polícia Militar e Guarda Cívil, parabéns pelo que fazem a nossa cidade!

    • É isso aí, flanelinha é invenção nossa, patrimônio nacional, tem que proteger para que não entrem em extinção. Nos outros países ditaduras como EUA, Europa, Japão, Austrália, é crime constranger o cidadão, aqui é elogiado por inocentes inúteis como você. Brasil, país de tolos.

      • Nos tamo trabalhando como qualquer trabalhador que trabalha a gente só pede , nunca a gente chegou com terror nas pessoas acho que e um trabalho como qualquer trabalhador que trabalha para levar o leite para casa e cuidar dos filho.
        Ficar de pé o dia todo debaixo de chuva nenhum trabalhador que trabalha fica, nois fica para sustentar a família já que não tem trabalho.
        agente nao pode fazer nada nessa cidade mais os politico pode tudo

      • Aqui também é crime, se a pessoa quiser ir adiante. É difícil explicar pra ignorante…

      • Art. 146 – Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, ou depois de lhe haver reduzido, por qualquer outro meio, a capacidade de resistência, a não fazer o que a lei permite, ou a fazer o que ela não manda:
        Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa.

    • Já que pela sua tese “sem vítima não há crime”, o sr poderia me explicar para que existem patrulhamento por viatura, abordagem de indivíduos “CONSIDERADOS EM ATITUDE SUSPEITA” e blitz de trânsito ????
      E, se não houve crime nem vítima, por que esses cidadãos trabalhadores foram abordados então ????

      • Está na matéria… Estavam utilizando cones na via pública, só o órgão de trânsito pode sinalizar a via pública. Vai preso por colocar cones na via pública?
        Santo Deus…
        Kkkkkkkkkkk…

      • Nenê, não sou a favor dos flanelinhas estarem nas ruas porém não tem o que fazer, é isso que estou tentando explicar. Sei que é ruim você estacionar seu carro e vir um desses pedindo pra olhar seu carro, você negar e depois pensar que podem riscar ou danificar seu carro, eu entendo tudo isso porém não dá pra criticar a ação da GCM pois não tem crime naquele momento. Se alguém viesse e reclamasse que haviam a constrangido pra “olhar” o carro e os GCMs não tivessem feito nada, aí sim estariam errados.
        Aqui, apenas estou tentando explicar que infelizmente a lei tem que ser cumprida.
        A Polícia não tem culpa se a lei é fraca ou não existe normas quanto ao fato deles estarem na rua olhando carro sem o flagrante de ameaça ou constrangimento.
        Minha tentativa não é ir contra seu pensamento e sim e infelizmente se basear na lei. Infelizmente…

      • Ah… esqueci uma pergunta.
        Quem é a “vítima que denuncia” no caso dos vendedores ambulantes que são violentamente abordados e têm suas mercadorias APREENDIDAS por agentes de fiscalização ???? Quem os denunciou e ACOMPANHOU A AÇÃO de apreensão ????

      • Bom, “a vítima que denuncia” é a vítima né. Se a pessoa se sentiu prejudicada tem que procurar seus direitos assim como a pessoa que se sentir constrangida por um flanelinha.
        A ação da fiscalização em apreender mercadoria de ambulantes é amparada em lei municipal.
        Quanto a forma que isso é feita, se tiver excesso, a vítima tem que procurar seu direitos tbm. Bom, essa é minha opinião.

  4. Os flanelinhas estão abordados de costa igual bandidos… c certeza tomaram aquele enquadro e tiveram os cones apreendidos… e vem o Zé da esquina criticar os guardas… mimizento da p#### vai lá então

    • É só extinguir a GCM e a PM oficialmente , que são pagas com nossos impostos para exercer essa função, que eu vou lá mesmo e me garanto mesmo, como até já fiz antes .
      Agora pagar força policial para EU ter que ir lá resolver só da cabeça de um idiota DA PORRA como você.

  5. Tudo nóia desse a borracha man, os cara mal pega seu dinheiro e já F1 ali mesmo quantas vezes não falaram que iam zua meu carro nóia tem que acaba

  6. ORIENTADOS ???????????????????
    SÉRIO ??????
    A GCM AGORA “ORIENTA” MARGINAIS, BANDIDOS DESOCUPADOS, QUE VIVEM DE AMEAÇAR CIDADÃOS DE BEM ?????
    A GCM NÃO TEM VERGONHA DE DEIXAR PUBLICAR UMA BARBARIDADE DESSAS SOBRE SI ???????
    QUE ATITUDE PULHA É ESSA ????
    ESTOU COM UMA CRISE DE VERGONHA ALHEIA !!!!!

    • Deviam mudar os dizeres das visturas , desonrados por essa atitude.
      Ao invés do “Proteger e servir” deveriam pintar “ORIENTAR E IGNORAR” !!!!

    • E daí colega… faz o que então, deixa os caras lá ameaçando os outros… se liga!!! Vai lá vc então… se baterem nos mala.vc é o primeiro a filmar !!!

      • Se eu tenho que ir lá, para que existe GCM, paga com meus impostos ??
        Quanto a filmar, seu idiota, não impute aos outros seus costumes imbecis, ok ???

    • Qual o crime que os flanelinhas estão cometendo? Sem vítima não há crime, não tem o que fazer.

      • Devolvo a pergunta , então.
        Se nao estão cometendo delito, e não crime (gênio) , por que abordados e “orientados” foram pela GCM ???

    • Coube a orientação quanto aos cones em via pública, apenas o órgão de trânsito pode sinalizar a via pública.
      A ação dos flanelinhas depende da suposta vítima querer apresentar o fato na delegacia, não tem como fazer milagre. Não dá pra pegar um cara na rua com colete e olhando os carros e simplesmente levá-lo pra delegacia, não tem crime. É diferente de pegar uma pessoa com drogas e dinheiro pois aí seria flagrante.
      Não sou a favor dos flanelinhas, não contribuo com eles porém não tem o que se fazer se não tem vítima.

      • Ok. Estou me comportando desrespeitosamente com o Sr. que apenas está expressando sua posição baseada em fatos reais.
        Peço desculpas por meu destempero e respeito suas colocações.
        Abc.

  7. Ah! Ação exemplar….tadinho dos flanelinhas!!! A culpa é do cidadão que insiste em querer andar de carro e não pagar para estacionar na via pública.

    Essa ação me fez lembrar a entrevista do então secretário de segurança de Sorocaba Antônio Valdir.. ” Acabamos com a venda de pipocas nos semáforos da cidade”. Eu até chorei de emoção…..na verdade chorei da piada .

  8. Maravilha! Pedindo com jeitinho e muito carinho os noias vão entender e irão embora comovidos, com os olhos marejando.

Comments are closed.