Mais uma fábrica clandestina de cigarros foi fechada em Piedade na manhã de domingo (16). Cinco paraguaios e um brasileiro foram presos. Em maio, uma fábrica que funcionava na Zona Rural da cidade foi fechada pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo. Na ocasião, dez pessoas foram presas.

A prisão ocorreu por volta das 4h da madrugada, após denúncia anônima. Equipes receberam informações que o bando estava tentando invadir uma chácara na altura do Km 103, na rodovia José de Carvalho, no Alto de Piedade.

No local, ao lado da chácara, em um barracão foi encontrado um veículo com placas de Recife carregado com materiais utilizados para embalar cigarros. No mesmo imóvel, os policiais encontraram filtros de cigarros e máquinas utilizadas para a produção dos produtos.

No momento do flagrante, os suspeitos estavam dormindo. Em depoimento, eles disseram que não tinham autorização para deixar o local. Ainda de acordo com informações da PM, os cigarros eram produzidos em outro lugar e levados para o galpão, para serem embalados.

Os produtos foram apreendidos e a ocorrência foi apresentada na Polícia Federal de Sorocaba. Os suspeitos presos podem responder por formação de quadrilha, crime contra a saúde pública e falsificação. O material vai passar por perícia.