O corpo da brasileira Giovanna Elias Bardi, de 35 anos, será sepultado nesta terça-feira (16), em Sorocaba. A tradutora foi encontrada sem vida no quarto de hotel que ocupava em viagem turística à cidade de Santiago, no Chile.

Giovanna, de 35 anos, deveria passar apenas quatro dias no país e sua volta estava prevista para o sábado (6). O último contato com a família se deu na quinta (4). No dia seguinte, após tentativas insistentes por parte dos parentes, foi pedido ao hotel que entrasse no quarto que a tradutora ocupava.

Inicialmente, a administração do local se recusou a invadir o apartamento, mas com o passar das horas interviu. A jovem foi localizada morta. As causas do falecimento ainda não foram reveladas.

De acordo com informações da família, a polícia chilena investiga o caso e a morte pode ter sido causada por um mal súbito. Familiares informaram que ela tenha desmaiado no quarto e não conseguiu pedir ajuda.

A missa de sétimo dia foi celebrada na Comunidade Nossa Senhora do Carmo, em Sorocaba, sexta-feira (12).