Por Vanderlei Testa

A notícia de uma tragédia sempre pega a gente de surpresa. Começamos 2019 com várias delas e o impacto humano que causa nas pessoas é de tristeza. Repassando os olhos em janeiro e fevereiro, acompanhamos o avião do jogador Salas caindo no mar, à lama de Brumadinho, o incêndio nos dormitórios dos garotos do Flamengo. Manchetes na imprensa mundial, essas notícias somadas a outras que diariamente chegam aos monitores de televisão e emissoras de rádio, sites e rede social, impressionam nossos corações com a dor da perda de alguém querido.

Foi o que aconteceu ao meio dia da segunda-feira com a queda do helicóptero do piloto Ronaldo Quattrucci levando o único passageiro Ricardo Boechat. Impactou a tarde deste dia 11 de fevereiro a morte do jornalista fiel à sua missão de informar a população no noticiário da BAND, rádio e televisão e, na revista Isto É, onde escrevia sua coluna. Nós, como jornalistas, temos sempre um olhar de aprendizagem no dia a dia dos profissionais da imprensa.

A repentina notícia dessa tragédia, com o incêndio provocado pela queda do aparelho em plena rodovia Campinas- São Paulo, trecho do Rodoanel, e nas imagens veiculadas pelos vídeos dos motoristas que passavam no local no momento da queda, registra um final triste dos dois profissionais que impactou milhares de admiradores.

Já li dezenas de manifestações na rede social e ouvi muitos profissionais dando o seu testemunho nos programas de jornalismo que as emissoras estão veiculando. Todos manifestam o pesar e, até nas lágrimas dos apresentadores, como o Datena ao anunciar o fato, registra essa tristeza no jornalismo do Brasil. Ficam as famílias dessas tragédias com a dor e a saudade no peito. Fica para todos nós a lição de que a vida humana não é para sempre .

Há uma lição a ser aprendida. Somos um fio de linha frágil na linha do tempo. Em segundos desaparecemos e voltamos ao lugar que merecemos pelas conquistas de nossas atitudes e ações de amor ao próximo.

O noticiário sem o Boechat ficará com um vazio de sua voz e foco na verdade dos fatos que transmitia com veemência para todos brasileiros.

Vanderlei Testa é jornalista e publicitário

vanderleitesta.ipa@gmail.com