Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

VÍDEO - Em Votorantim, Fabíola Alves acompanha a primeira vacinação contra covid-19

Foto: reprodução
Postado em: 20/01/2021

Compartilhe esta notícia:

A prefeita de Votorantim Fabíola Alves fez, nesta manhã de quarta-feira (20), uma transmissão ao vivo, pelo seu Facebook, para divulgar a primeira dose da vacinação contra covid-19 aplicada na cidade. 


Assista o vídeo abaixo

 

A primeira servidora da rede municipal a ser vacinada é a enfermeira Nadma Helena Isquerdo Gonçalves, funcionária do setor há 25 anos. Ela atua na linha de frente, trabalhando no período noturno na Unidade de Pronto Atendimento – UPA do Jataí, atendendo pacientes com suspeita de COVID e confirmados. "É uma das primeiras funcionárias do PA, merecedora, com muitos anos de batalha. Sabemos que os profissionais são heróis", diz a prefeita no vídeo. 

A primeira das 1.400 doses da Coronavac recebidas pelo município foi aplicada na Unidade de Pronto Atendimento Materno-Infantil na região central da cidade.


Logo mais, a prefeitura de Votorantim atualizará as informações sobre a vacinação. 

Assista

 

Plano de Vacinação da Covid-19 em Votorantim

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde definiu logística para o Plano de vacinação da Covid-19 no município de acordo com as diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde foi definida a que terá início no dia 25 de janeiro, acompanhando todo o estado de São Paulo.

A Secretaria Municipal de Saúde informa o público alvo é formado por aproximadamente 24 mil pessoas. Os profissionais da saúde, em número de 4.300 serão os primeiros a receber a vacina, seguidos pelos idosos com idades de 75 anos. A seguir, será a vez de quem tem entre 70 e 74 anos e, depois, aqueles entre 65 e 69 anos e pessoas entre 60 e 64 anos fechando, assim a primeira fase da vacinação para os cerca de 19.500 idosos de Votorantim.

O calendário de vacinação dos integrantes dos grupos de risco com idades abaixo dos contemplados na primeira fase, será definido pela Vigilância Estadual de Saúde.

A Sesa informa que não será necessária uma corrida às unidades de saúde, pois, a vacina permanecerá disponível por vários dias visando evitar, dessa forma, aglomeração que é um fator preocupante na disseminação do Coronavírus. Estarão à disposição do público alvo 16 unidades de saúde para a vacinação, sendo que algumas terão horários estendidos e atenderão aos finais de semana, além de disponibilizarem sistema drive-thru.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Garota de 16 anos teria planejado morte de ex-namorado em Sorocaba

Com alta de casos, Argentina flexibiliza quarentena por pressão econômica

Bolsonaro diz que não vai depor no inquérito em que é investigado por suposta interferência na PF

Melania pressiona Trump a aceitar derrota, diz CNN

Servidores da Saúde usam mesma máscara por 15 dias, diz presidente de sindicato

Bolsonaro teme que filho seja alvo de próxima ação do inquérito das fake news