Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Urbes faz fiscalização surpresa nos ônibus do transporte coletivo

Postado em: 17/02/2019

Compartilhe esta notícia:

Atendendo à determinação do prefeito José Crespo, a Urbes – Trânsito e Transportes intensifica a fiscalização dos serviços prestados pelas empresas que operam o sistema do transporte público coletivo em Sorocaba.

Na madrugada deste domingo (17), o secretário de Mobilidade e Acessibilidade da Prefeitura e presidente da Urbes-Trânsito e Transportes, Luiz Alberto Fioravante, enviou diretores à garagem da concessionária Consórcio Sorocaba (Consor), localizada na Vila Assis. A partir das 4h iniciou a ação de averiguação sem aviso prévio, neste dia da semana em que as operadoras do sistema mantém profissionais atuando em escala de plantão.

A ação constatou ônibus com o funcionamento prejudicado do alerta sonoro da rampa de acessibilidade para cadeirantes, com falha no sistema de compressão e com a luz de ré danificada. A equipe de fiscais nesta madrugada foi supervisionada pelo diretor de Transporte Urbano da Urbes, Sérgio Pires e pelo gestor de controladoria da Urbes, Wilson Pereira Saboya, além de fiscais.

A equipe averiguou os horários das saídas da garagem, a conservação dos veículos, o funcionamento dos equipamentos obrigatórios e seus acessórios e acompanhou o sistema que monitora por GPS e em tempo real, os deslocamentos dos ônibus em circulação pela cidade.

Os veículos que apresentaram algum problema estão impedidos de circular até que as falhas sejam reparadas. Como a empresa trabalha com frota reserva não há prejuízo para o atendimento da população. Os reparos serão realizados na oficina da própria Consor, o que dá agilidade no conserto. “A fiscalização é rotineira, mas desta vez tivemos o fator surpresa de ser em um domingo”, observou o presidente da Urbes, Luiz Alberto Fioravante. Também foram averiguadas as condições das oficinas e o estoque de peças de reposição.

O diretor de Transporte Urbano da Urbes, Sérgio Pires, enfatiza que a ação deste domingo demonstra a intensificação da exigência do cumprimento das cláusulas contratuais. O gestor de controladoria da Urbes, Wilson Pereira Saboya, explica que a Consor pode ser multada se as falhas constatadas permanecerem, no entanto, avalia que durante a inspeção foi constatado que a prestadora do serviço possui condições adequadas de peças em estoque, demonstrando capacidade para cumprir as regras ao atender a operação do sistema.

 

width=4032

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ministro Eduardo Pazuello testa positivo para Covid-19

Brasileiro não sabe se escuta o ministro ou o presidente, diz Mandetta

Morador gasta mais de R$ 400 para tentar eliminar escorpiões na Zona Oeste

Vereador Manga defende kit ‘cura noia’: “é fitoterápico e validado pela Anvisa”

Assessor do Planalto usa jato da FAB para voo exclusivo à Índia e é afastado por Bolsonaro

Corpo de homem com tatuagem nas costas é encontrado em trecho do rio Sorocaba