Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Polícia prende quarto suspeito de massacre em Suzano

Postado em: 03/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Bruno Coelho, FOLHAPRESS

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (2) um homem de 41 anos, suspeito de vender o revólver calibre 38 usado na chacina na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no dia 13 de março, que resultou na morte de dez pessoas, incluindo dos dois atiradores.

O homem, que teve a prisão temporária de 30 dias decretada, prestou depoimento na Delegacia Central de Suzano. Segundo a polícia, ele negou a participação no crime. Sua defesa não quis falar com os jornalistas, de acordo com policiais.

Ele é o quarto suspeito preso por envolvimento no massacre na escola. Antes dele, a Polícia Civil prendeu, no início de abril, um vigilante e um mecânico. Um outro homem acabou solto por falta de provas, mas responde à investigação.

Segundo a polícia, o mecânico forneceu munições aos atiradores Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, e também foi o intermediário para que ambos chegassem ao homem preso nesta quinta. A compra da arma ocorreu na residência do suspeito, no Jardim Saúde, em Suzano.

A Polícia Civil chegou a ele por meio de conversas no WhatsApp dos dois atiradores e também por depoimentos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ford anunciou investimento de US$ 580 milhões para ampliar produção na Argentina

Globo diz que Karol Conká não conversou com ninguém durante intervalo

Geólogo assinou estabilidade da barragem de Brumadinho sem ter capacitação

CoronaVac não teve efeitos colaterais para 94,7% dos voluntários, diz estudo chinês

Bolsonaro autoriza envio das Forças Armadas para reforçar segurança no Ceará

Jaqueline desmarca agenda para concentrar equipe em ações de combate ao coronavírus