Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Município de Sorocaba assina o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia

Foto: Divulgação/Secom
Postado em: 05/03/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba assinou o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia para a América Latina e o Caribe.

 

A assinatura, realizada pela prefeita Jaqueline Coutinho (sem partido), aconteceu durante o Fórum “Prefeitas Brasileiras na Vanguarda da Ação Climática”, promovido pelo Instituto Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade e pelo Instituto Alziras, realizado entre os dias 3 e 4 deste mês, em Brasília.

 

O encontro também reuniu representantes da Embaixada da União Europeia no Brasil, Instituto Clima e Sociedade, Fundação Avina, além de organizações de fomento como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).


O objetivo do encontro, que reuniu outras 12 prefeitas de várias regiões do País, incluindo capitais, foi o de capacitar os municípios participantes no desenvolvimento de seus inventários de emissões de gases de efeito estufa, prestando apoio técnico na implementação de um projeto piloto de energia e promovendo o intercâmbio de boas práticas em relação ao clima e energias sustentáveis.


Durante o evento, a prefeita de Sorocaba, que esteve acompanhada pelo secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Maurício Mota, –  e que viajaram a convite dos organizadores com as despesas pagas -, apresentou aos participantes, todas as ações e projetos implementados e que deverão ser colocados em prática pela atual administração visando tornar o município cada vez mais sustentável e promover redução dos impactos da mudança climática.


Entre as ações ressaltou que, no 2° semestre de 2019, Sorocaba finalizou seu 2° Inventário de Gases de Efeito Estufa, que passa por verificação independente que poderá atestar que o relato de emissões de GEE de Sorocaba é preciso, eficiente e confiável. Uma das ações em curso para atenuar o efeito do transporte é a conclusão das obras do sistema BRT que deverá ser ter sua primeira fase concluída ainda neste primeiro semestre.

 

As instalações do sistema BRT tiveram como foco principal a sustentabilidade energética em seus terminais que estão dotados de iluminação em led o que proporcionará maior eficiência energética, economia energia elétrica e oferecerá uma luminosidade de alta qualidade nos terminais, estações e pontos de parada.

 

Além disso, todas as estruturas vinculadas ao BRT farão o uso de energia limpa por meio de placas fotovoltaicas para o abastecimento do sistema operacional em sua totalidade.


“Já ocorreu a implantação de placas fotovoltaicas na sede da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade e no Jardim Botânico o que já viabiliza a redução no consumo e economia aos cofres públicos. Somados às instalações do BRT temos uma redução de 209 toneladas de CO2 por ano”, destacou a prefeita.


Ainda durante sua apresentação, Jaqueline destacou que em 2020, será realizada a análise de riscos e vulnerabilidades climáticas, com apoio do projeto Urban LEDS II, que subsidiará a elaboração do Plano de Ação Climática, com ações de mitigação e adaptação.

 

“Estamos instituindo um programa de concessão de bolsas de mestrado e doutorado voltadas às necessidades locais de conhecimento na área ambiental. As pesquisas irão nortear as políticas públicas em mudanças climáticas. A nossa perspectiva de lançamento do edital de seleção é no 2º semestre deste ano”, disse.


Já o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Sorocaba (Sema), Maurício Mota, ressaltou que outra ação destacada no evento é o programa de fomento a discussão sobre as Mudanças Climáticas nas escolas municipais, previsto para este mês.

 

A exemplo de projeto desenvolvido em Manchester, na Inglaterra, em que as mudanças climáticas compõe a base curricular do ensino básico. “Além disso, pretendemos instituir um fundo de resiliência e mudança climática. E, por fim, a promoção de um processo intenso de articulação com os municípios da Região Metropolitana de Sorocaba com objetivo de institucionalização de uma Câmara Temática que tratará da Mudança Climática na RMS”, destacou o secretário.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeitura divulga lista de comércios que podem voltar a funcionar durante quarentena

Parte do forro da Policlínica de Sorocaba desaba e agendamentos são remanejados

PM e vigilância sanitária interditam lanchonete na região central em Sorocaba

Vendedora não aceita fim de relacionamento e mata namorado

Avenida São Paulo ganhará nova rotatória e semáforo, informa Urbes

Atendimento presencial na Urbes segue critério do dígito final do CPF