Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Ministra do STF nega recurso ao casal Nardoni para redução de pena

Postado em: 30/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Fábio Pescarini, FOLHAPRESS

A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta quarta-feira (29) um pedido de habeas corpus para redução de pena de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, condenados pela morte de Isabella Nardoni, em 2008 -a menina foi atirada de um apartamento na região de Santana (zona norte da capital).

Segundo o STF, o 2º Tribunal do Júri de Santana aplicou a pena de 31 anos de reclusão para Nardoni, pai da menina, e de 26 anos e 8 meses para a madrasta.

Ao julgar recurso da defesa, o Tribunal de Justiça do de São Paulo reduziu a pena do primeiro para 30 anos. O STJ (Superior Tribunal de Justiça), por sua vez, manteve o período de prisão.

A defesa recorreu ao STF, alegando “abusividade e desproporcionalidade” das penas, entre outros.

Segundo a ministra, o STF entende que “o habeas corpus não pode ser utilizado como sucedâneo de revisão criminal, salvo em caso de ilegalidade ou abuso pelo tribunal superior, o que não se verificou”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

São Paulo recebe 650 respiradores vindos da Turquia

522 mil empresas fecharam as portas por pandemia, diz IBGE

Abastecimento de água será interrompido nesta 4ª no Altos do Ipanema para manutenção da CPFL

Secretaria investiga empresa de segurança que atua no Carrefour

Policial militar da Grande SP é atropelado por motorista bêbado

SP promove o Butantan em campanha para driblar resistência à Coronavac