Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mãe joga filha do quinto andar de prédio e depois se atira pela janela, diz polícia

Postado em: 24/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Priscila Camazano e Dhiego Maia, FOLHAPRESS

Uma criança de três anos caiu, na madrugada desta sexta-feira (24), do 5º andar de um prédio localizado na zona oeste da capital paulista.

A Polícia Militar informou que foi acionada por moradores do edifício, localizado na avenida Corifeu Azevedo Marques, no Jaguaré, por volta da 0h30. A suspeita é de que a criança tenha sido jogada pela própria mãe, uma estudante de 29 anos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a mulher foi indiciada sob a suspeita de ter cometido os crimes de tentativa de homicídio e incêndio.

A menina sobreviveu porque caiu sobre um veículo que entrava na garagem do edifício e amorteceu o impacto da queda. O motorista do carro, de 44 anos, acionou o serviço de resgate, e a menina foi levada com ferimentos leves para o Hospital das Clínicas.

À polícia, o morador disse que só percebeu que a criança estava sobre o para-brisa quando saiu de seu carro. Ela foi encontrada enrolada a lençóis, um indicativo de que dormia quando foi retirada de seu quarto e lançada para fora do apartamento.

A rede de proteção da janela por onde a criança pode ter sido jogada também foi cortada, segundo informou a Polícia Militar.

O Corpo de Bombeiros criou um grupo de negociação para socorrer a mãe da menina, que estava trancada e visivelmente abalada no interior da moradia. A tentativa de abordagem levou 2h, mas a mulher se negou a abrir a porta para ser atendida pelos bombeiros.

Em visível quadro de surto, a moradora ateou fogo nas cortinas da janela. Para conter o incêndio e resgatar a mulher, os bombeiros arrombaram a porta da residência.

Ao ver os bombeiros, a mulher, que já estava sentada sobre o parapeito da janela, caminhou para fora e também se jogou do quinto andar de seu apartamento. Ela foi resgatada inconsciente e levada ao Hospital das Clínicas. O estado de saúde dela é grave.

A Polícia Civil já realizou perícia no local. O caso foi registrado no 91º DP (Vila Leopoldina).

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sem febre, mas ainda sob antibióticos, Bolsonaro inicia dieta cremosa

Manutenção em rede de esgoto interditará faixa da avenida Dom Aguirre neste domingo

Sistema de iluminação eficiente do Terminal Vitória Régia passa por testes

Regularização do imóvel: mutirão da CDHU atrai cerca de 400 mutuários às Casas do Cidadão

Abastecimento de água será suspenso na Zona Oeste na manhã desta sexta-feira

‘Mais difícil que um duplo twist carpado’, diz Covas ao responder à Promotoria sobre viaduto