Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Líder de Crespo chama vereador de ‘despreparado’ e ‘papagaio de pirata’

Postado em: 07/05/2019

Compartilhe esta notícia:

Os vereadores Irineu Toledo (PRB) e Wanderley Diogo (PRP) discutiram durante a sessão desta terça-feira do Legislativo Sorocabano, durante o debate sobre o suposto fim do pagamento de adicional noturno aos guardas civis de Sorocaba. Wanderley questionou o colega, que é líder do governo da Câmara Municipal, sobre a falta de papel em uma unidade básica de saúde da cidade. Irineu não gostou da insinuação e chegou a chamar o colega de “despreparado” e “papagaio de pirata”.

A discussão começou após uma interrupção de Wanderley na fala do colega. O vereador afirmou que faria um questionamento ao colega aproveitando que ele é o líder do prefeito na Câmara. Irineu não gostou da citação. “Fale porque eu sou vereador. O senhor quer falar comigo como líder do prefeito ou como vereador? Se o senhor quer falar com o líder do prefeito, é projeto do prefeito? O que que é?”

Wanderley Diogo seguiu na fala, mostrando um aparelho celular. “Nós estamos recebendo, a maioria dos vereadores também recebeu, que a UBS do Maria Eugênia está sem papel para impressão dos exames”, disse Wanderley. Irineu respondeu que o fato não era com ele. Wanderley questionou se ele não era o líder do prefeito.

O vereador do PRP foi interrompido pelo colega Fausto Peres (Podemos), que presidia a sessão no lugar de Fernando Dini (MDB). Segundo Peres, Wanderley havia desviado o assunto, que era o debate de um projeto de lei, o que não é permitido pelo regimento interno da Câmara durante a discussão de um projeto. Wanderley, fora do microfone, gritou. “Estou falando que não tem papel no Maria Eugênia, é questão de saúde”.

Irineu retomou a palavra e pediu respeito. “O senhor não tá lidando com nenhum tonto. Eu sou vereador de cinco mandatos. O que tem a ver se eu sou líder do prefeito?”, questionou Irineu. O vereador seguiu na sua fala, criticando o colega. “O problema é o despreparo de vossa excelência, pra entender o que que é líder. Despreparo. O senhor não sabe o que é líder”.

O vereador do PRB seguiu atacando o colega do PRP, que permaneceu com o microfone desligado. “O senhor não é vereador também? O senhor não é da base? Não é lá no bairro dos Morros que o senhor trabalha? Não é o senhor que fica lá de papagaio de pirata atrás de inauguração? Então vai lá falar com ele. O senhor me vê em inauguração?”, salientou questionando Irineu.

width=946
Reprodução / TV Câmara

O parlamentar não parou. “Veja as fotos dos jornais, se eu fico de papagaio de pirata em inaugurações? Vossa Excelência fica. Então fale Vossa Excelência. Vossa Excelência não está preparado para entender o que é uma liderança de prefeito. Eu vou explicar pela enésima vez”, sendo então interrompido pelo colega. Wanderley, fora do microfone, disse que o colega não pegava qualquer coisinha para implicar com ele.

Irineu disse que vai começar a expor fatos sobre o colega. “Eu vou começar a falar umas coisas de Vossa Excelência aqui e vamos ver se o senhor é dodói”. Irineu então se dirigiu a Fausto Peres para ponderar sobre a situação. “Eu estou aqui discutindo um projeto como vereador. Aí vem o desinformado e diz: Um momento. Quero ver com o líder do prefeito que está faltando papel não sei aonde. O que que eu tenho com isso?”.

Wanderley Diogo questionou o colega se ele não havia recebido a denúncia. Irineu disse que não e rebateu. “Se o senhor quer aparecer, apareça com o seu trabalho. Não com o meu, não com o meu. O seu trabalho no bairro dos Morros, trabalho excelente lá. Não estou reclamando de Vossa Excelência. O senhor não precisa usar desse expediente rasteiro e me colocar nessa régua que eu não devia estar”, disparou.

“Eu sou por acaso funcionário da Prefeitura? Eu sou, por acaso, coordenador de UBS, pra saber se está faltando papel?”, perguntou Irineu Toledo, que completou em tom de ameaça. “Daqui até as eleições, vamos tocar em alguns assuntos e vamos ver se Vossa Excelência vai também melindrar”.

Durante as discussões, Wanderley tentou interromper o colega, mas não teve o microfone aberto pela presidência da Câmara.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Líder nas pesquisas, Doria, candidato ao governo de SP, quer reforçar segurança

Petrobras reduz preço da gasolina e do diesel para distribuidoras

Secretaria da Saúde inicia mutirão de ortopedia neste sábado

Romu prende gerente do tráfico com 20 quilos de maconha embalada na Vila Sabiá

PMs agridem jovens durante abordagem em bairros da Zona Norte; veja vídeo

Traficante de 21 anos tenta fugir e resiste à prisão de GCM na Vila Zacarias