Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Justiça rejeita ação de improbidade contra prefeito, secretário afastado e servidor

Postado em: 27/07/2019

Compartilhe esta notícia:

O juiz da Vara da Fazenda Pública de Sorocaba, Leonardo Guilherme Widmann, rejeitou a ação civil pública, apresentada pelo Ministério Público, contra o prefeito José Crespo; o secretário afastado Hudson Zuliani; e o servidor Edmilson Chelles Martins por improbidade administrativa.

A ação, protocolada pelo promotor Orlando Bastos Filho, questionava o afastamento remunerado de Zuliani e Martins após ser deflagrada a Operação Casa de Papel, que investiga irregularidades em contratos da prefeitura.

O promotor pedia que os pagamentos fossem suspensos imediatamente e ainda determinava o bloqueio de bens dos citados.

No total, a ação exigia o pagamento de pouco mais de trezentos e sessenta e quatro mil reais dos citados.

Na decisão, o magistrado indeferiu o pedido e afirmou que a ação “míngua” de elementos concretos de desvio de finalidade para a prática do ato de afastamento dos citados, determinando a extinção do processo.

O juiz frisou que o afastamento de Zuliani e Chelles atendeu a uma recomendação da Câmara de Sorocaba e apoiada por parecer do Procurador-Geral do Município.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Traficante de 19 anos é detido com drogas durante Operação Pancadão no Altos do Ipanema

Filhas vítimas de pai estuprador tinham menos de 10 anos na época dos crimes

Crespo ‘atropelou’ lei para aumentar tarifa de ônibus, acusa vereador

PM e Justiça cumprem reintegração de posse de apartamentos no Carandá

Homicídios caem, mas taxa de adolescentes mortos se mantém no Estado

Prefeitura de cidade do interior de MG afirma que mulher morreu após ingerir cerveja contaminada