Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Ex-namorado confessa morte de jovem e utiliza lei eleitoral para escapar de flagrante

Postado em: 29/10/2018

Compartilhe esta notícia:

Por Cristiane Carvalho

O ajudante-geral Jackson da Silva dos Santos, 21, confessou ter matado a ex-namorada, Geovanna Crislaine Soares da Silva, 17, com três facadas na noite de sábado (27). Jackson se apresentou à Delegacia de Votorantim, na manhã deste domingo (28),mas não ficou preso devido o Código Eleitoral, que determina que ninguém pode ser detido, sem ser em flagrante, nas 48h que antecedem um pleito.

De acordo com a polícia, ele confirmou ter assassinato a ex-namorada a facadas por motivo de ciúmes e fugiu. Eles tiveram um relacionamento de aproximadamente três anos e estavam separados há dois meses.

Após buscar a jovem no trabalho, o rapaz pediu para ver as mensagens do celular, mas ela o impediu. Inconformado, ele matou a jovem com duas facadas na região do abdômen e uma no pescoço.

O caso será encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher de Sorocaba. Ele foi indiciado por homicídio qualificado, inclusive na modalidade feminicídio.

O corpo da jovem foi velado na manhã desta segunda-feira (29), no cemitério São João Batista.

O crime

O corpo da estudante foi encontrado na noite de sábado (27), em uma estrada no bairro Caputera, Zona Leste de Sorocaba. Geovanna Crislaine Soares da Silva estava com uniforme do trabalho e apresentava marcas de ferimentos em várias partes do corpo.

O corpo foi encontrado por um homem que trabalha de vigia. Em depoimento ele declarou que estava indo ao trabalho quando viu o corpo da adolescente caído na rua Antonio Paes.

Segundo informações da polícia, a perícia identificou preliminarmente três golpes de faca, sendo duas na região do abdômen e uma no pescoço. No mesmo local, distante a quatro metros foi encontrado um veículo, com as portas abertas, com documentos da vítima e de Jackson Silva dos Santos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Lava Jato do Rio prende 2 suspeitos de serem operadores de Dario Messer

Empresário nega ter realizado pagamento à “voluntária” Tatiane Pólis durante oitiva

Caixa libera nesta sexta saque de R$ 500 do FGTS para nascidos em janeiro

Corpos de dez vítimas de incêndio em hospital no Rio de Janeiro são identificados

Deputado estadual eleito Danilo Balas é homenageado na Câmara de Sorocaba

Ex-São Bento, técnico Milton Mendes tem inquérito sobre acusação de estupro arquivado