Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Jovem espancada em CDP durante visita íntima será sepultada nesta 3ª

Postado em: 28/01/2019

Compartilhe esta notícia:

O corpo de Nicolly Guimarães Sapucci, de 22 anos, será sepultado na manhã desta terça-feira (29), em Bragança Paulista. A jovem foi espancada e morta pelo companheiro, Michael Denis Freitas, de 25 anos, durante visita íntima, no Centro de Detenção Provisória de Jundiaí, na tarde de domingo (27).

O agressor cumpre pena por roubo desde 2018. Os dois estavam juntos desde 2017.

De acordo com informações da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), por volta das 16h, perto do término do horário da visitação, o agente que estava conduzindo os visitantes para fora do pavilhão percebeu que a jovem não havia saído da cela onde acontecia a visita íntima.

No mesmo momento, alguns detentos solicitaram socorro alegando que uma visitante teria sofrido um acidente na cela. Lá, os agentes encontraram a vítima caída.

Inconsciente, Nicolly foi encaminhada ao Hospital São Vicente, com diversos hematomas. Após passar por procedimentos médicos, foi confirmado o óbito por traumatismo craniano.

O preso que recebeu a visita foi encaminhado para a delegacia para prestar depoimento e, segundo ele, as agressões ocorreram no final da tarde, sendo que tudo haveria acontecido por uma briga, motivada por ciúmes. Ele relatou à polícia que derrubou a mulher da cama e a agrediu com socos e pontapés.

Ainda de acordo com a SAP, “foi aberto Procedimento Apuratório Disciplinar e Preliminar para averiguação dos fatos, registrado o Boletim de Ocorrência. O agressor foi isolado preventivamente em cela disciplinar e será solicitada ao juiz local a internação do mesmo em regime disciplinar diferenciado. A vítima era cadastrada no rol de visitas do preso desde 23/05/2018 e realizava visitas regulares”.

width=735

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Elevador despenca do 9º andar de prédio e 4 pessoas morrem

Homem que torturou e matou o próprio filho é condenado a 33 anos de prisão

Pré-eclâmpsia ainda é a principal causa de morte materna no Brasil

Uniten abre inscrições para curso de inclusão digital para idosos

Em estado de emergência, Prefeitura de Sorocaba aplica sistema de rodízio no abastecimento de água na cidade

Bolsonaro, Lula e governadores falham como cabos eleitorais, aponta Datafolha