Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Contra pandemia, governo vai distribuir R$ 200 para trabalhadores informais

Arquivo / Folhapress
Postado em: 18/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Folhapress

Como parte do plano de combate ao novo coronavírus, o governo anunciou nesta quarta-feira (18) que vai conceder vouchers para repassar dinheiro à parcela da população que não tem trabalho formal e não recebe recursos de programas como Bolsa Família e BPC (Benefício de Prestação Continuada).

O ministro Paulo Guedes (Economia) anunciou a medida em entrevista no Palácio do Planalto. Segundo ele, outra ação do governo será pagar parte dos salários dos trabalhadores de micro e pequenas empresas.

De acordo com Guedes, a medida será assinada nesta quarta pelo presidente Jair Bolsonaro e permitirá a cada beneficiado receber cerca de R$ 200 mensais por um período de três meses.

"Preocupação do presidente é o mercado informal, são 38 milhões de brasileiros que estão nas praias vendendo mate, vendendo cocada na rua, são os flanelinhas", afirmou.

O impacto nos cofres federais será de R$ 15 bilhões. Para permitir a ampliação dos gastos do governo em ações desse tipo, Bolsonaro pediu ao Congresso que seja decretado estado de calamidade pública. A proposta, que libera o governo de cumprir a meta fiscal deste ano, ainda precisa ser votada pelo Legislativo.

Deve ficar sob responsabilidade da Caixa e do INSS o pagamento dos vouchers aos selecionados para o programa. A intenção é que haja pagamento direto em contas, sem necessidade de visita a agências.

O novo benefício tem valores próximos aos do Bolsa Família. Atualmente, o benefício básico do programa é de R$ 89 por família, com adicional variável que pode chegar a R$ 205.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19 segue ocupando 100% os hospitais e registra 3 mortes nesta quinta-feira em Sorocaba

Homem é morto a tiros em Sorocaba; terceiro homicídio em uma semana

Valdir Joaquim de Moraes, ídolo do Palmeiras, morre aos 88 anos

Jaqueline: "O sorocabano precisa de uma determinação do poder público para cumprir a sua obrigação"

Professor da Unesp é esfaqueado e chamado de macaco em Bauru

Jovem de 21 anos morre após perder controle de motocicleta e colidir com poste