Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Com baixo isolamento, Votorantim registra aumento de casos de covid-19

Foto: divulgação
Postado em: 21/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Em meio ao baixo índice de isolamento social, Votorantim tem registrado aumento diário de casos de coronavírus ao longo das últimas duas semanas. 

 

No dia 2 de maio, Votorantim registrava 21 casos e duas mortes. Nesta última quarta-feira, o registro de confirmados chegou a 84 e quatro óbitos. Ou seja, 63 casos a mais em apenas 18 dias. 

 

Conforme o último boletim divulgado nesta última quarta, a cidade, no total, já registra 84 casos confirmados, desse total quatro morreram. Entre os registros, 60 foram recuperados, 13 estão em isolamento domiciliar e 7 seguem internados. A cidade apresenta ainda 10 casos suspeitos que aguardam resultados.


Conforme o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo, durante a semana, Votorantim costuma apresentar taxa de isolamento abaixo de 50%. Na última terça-feira, por exemplo, esse indíce foi de 45%. 

Durante o fim de semana, a cidade geralmente apresenta dados melhores, com isolamento chegando a até 54%, mas ainda não satisfatórios de acordo com a expectativa do governo do estado. 


O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Governo de São Paulo possa consultar informações agregadas sobre deslocamento no Estado. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

GCM prende traficante, aplica 561 multas e guincha veículo durante Operação Pancadão

Motoristas lotam Câmara durante discussão de projeto que susta decreto de Crespo

Polícia Civil está à procura de criminoso envolvido em morte de metalúrgico

Polícia indicia motorista de aplicativo da capital por estupro

Justiça arquiva processo que investigava Lula por chamar Bolsonaro de miliciano

Dini decide que não irá exonerar funcionários da Câmara; TCE-SP havia feito notificação