As obras de remoção de interferência para a construção dos Terminais de Embarque e Desembarque do Corredor Itavuvu, do Sistema BRT já podem ser vistas por quem passa pela avenida. As primeiras obras de remoção de interferência foram iniciadas em setembro pelo SAAE, na rua Atanázio Soares, com a construção de uma nova rede com cerca de mil metros de extensão. Ela substituirá o duto já existente sob a avenida Itavuvu, um trecho do corredor onde os ônibus circularão. Atualmente as obras estão em fase de interligação da nova rede à antiga, com intervenções no canteiro central da avenida Itavuvu.

Além das obras do SAAE, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) também iniciou obras de remoção de interferência na avenida Itavuvu. Será necessário o remanejamento de alguns postes de energia no canteiro central da avenida pois atualmente eles coincidem com o local onde serão construídas as estações de embarque e desembarque do Sistema BRT.

Nas 12 estações de embarque e desembarque, que serão construídas no canteiro central da avenida, há postes de energia da CPFL instalados que precisarão ser remanejados nos próximos dias. Para isso, novos postes serão instalados em outros locais do canteiro onde não haverá construção para em seguida, a rede de energia ser remanejada. Apenas os locais de 3 estações não sofrerão remoção de interferências da CPFL. O trabalho da CPFL iniciou-se no ultimo dia 5 na futura Estação Dr. Pitico.

O corredor Itavuvu, que ligará a região norte ao centro será o primeiro a entrar em funcionamento com 5,9 km de extensão, 12 Estações de Embarque e Desembarque, 02 Estações de Transferências e 1 Terminal na Rua Antônio Silva Saladino.

A Ciclovia

A ciclovia ao longo da avenida Itavuvu passará por modificações, com um traçado exclusivo para bicicletas será mantido no canteiro central e dividirá espaço com as estações de ônibus.

Porém, durante as obras de remoção de interferências para a construção do Corredor, alguns trechos do canteiro central deverão ficar interrompidos, sendo necessário o isolamento da área e desvio de rotas para ciclistas e pedestres. A Urbes solicita a colaboração de todos e orienta os ciclistas e pedestres a obedecerem as sinalizações das obras.