FOLHAPRESS

Três casais brasileiros foram escolhidos para viajar com tudo pago, fazer sexo em quartos de hotel e relatar sua experiência.

A ação foi feita pela marca de preservativos SKYN, que juntou seus depoimentos -e de outros tantos estrangeiros- e lançou um guia com dicas para aproveitar melhor 30 hotéis pelo mundo com o parceiro.

O “SKYN Places of Intimacy” é um compilado de relatos de casais sobre o que cada hotel oferece para estimular o sexo. Quesitos como decoração do local, banheira, iluminação e roupa de cama foram avaliados.

“Cada vez mais as pessoas buscam novas experiências e sensações, porque sexo não é apenas sexo. É também um momento único de intimidade construído como milhares de estímulos e detalhes, como texturas, luzes, sons, temperatura e lugares”, explica Veronica Garcia, gerente te marketing da marca.

No guia, os casais brasileiros avaliam hotéis no Rio, em São Sebastião (SP), Maragogi (AL), Porto de Galinhas (PE) e Gramado (RS).

A publicação também está disponível para download no formato e-book, inclusive em português, em placesofintimacy.skyn.

1 Comentário

  1. Quanta FUTILIDADE . É compreensível, que gente rica tenha interesse em conhecer coisas inéditas . A sua condição financeira lhe permite . Toda idéia inovadora fascina, mas muitas delas , são apenas artifícios capazes de ” subtrair” o cobiçado dinheiro dos ricos, oferecendo-lhes coisas ” ilusórias” . E essas estratégias funcionam; porque pessoa rica, também sente que a sua vida em certo momento se tornou uma chatice, e está se tornando cada vez mais entediante.Isso tem relação com vários fatôres , dentre eles , o principal é a diminuição do desempenho sexual, causado pela idade de um, geralmente do homem . São as alternativas que eles buscam desesperadamente , para não perderem para a concorrência as suas belas mulheres, geralmente mais novas. Já as outras pessoas que não são abastadas, vivem a REALIDADE .

Comments are closed.