Na tarde deste sábado (3), o São Bento foi até Campinas enfrentar o Red Bull Brasil, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Mesmo jogando fora de casa, o Azulão não sofreu pressão e criou as melhores chances, apesar de o jogo ter terminado empatado no 0 a 0.

O técnico Paulo Roberto Santos veio com uma escalação diferente. Com as voltas do zagueiro João Paulo e do atacante Lucio Flávio, além do primeiro jogo de Diogo Oliveira como titular. Assim, o jogo começou com o São Bento tentando se impor.

Aos 26, na falta ensaiada, Diogo Oliveira mandou por cima. No minuto seguinte, o São Bento chegou a fazer 1 a 0, com Lucio Flávio pegando rebote no chute de Diogo Olivieira. Mas, o árbitro marcou impedimento. E o primeiro tempo ficou no 0 a 0.

Na volta dó intervalo, Paulo Roberto Santos fez a primeira alteração com a saída de Lúcio Flávio para a entrada de Léo Itaperuna.

Também entraram Celsinho e Cássio Gabriel para a saída de Diogo Oliveira e Everaldo. Aos 33 minutos, o São Bento pediu pênalti quando a bola pegou na mão do zagueiro do Red Bull. Mas, o árbitro Flávio Souza mandou seguir. Pouco depois, quase saiu o primeiro no chute de Lucas Crispim, que passou raspando por cima do gol de Júlio César. Aos 42, Marcelo Cordeiro arriscou de longe e acertou o canto para boa defesa de Júlio César.

Já nos acréscimos, uma das melhores chances do São Bento. Celsinho recebeu passe de Marcelo Cordeiro, mas bateu por cima.

Próximo jogo será contra o Ituano,terça-feira, às 19h15, em Sorocaba.