FOLHAPRESS

Sem o meia-atacante Rodriguinho, poupado pela comissão técnica, e Jadson, que ficou no banco de reservas e entrou durante o segundo tempo, o Corinthians sofreu, mas conseguiu vencer a Ferroviária por 2 a 1, nesta quarta-feira (24), no Pacaembu, pela terceira rodada do Campeonato Paulista.

Com a vitória, a segunda consecutiva na competição, a equipe dirigida por Fábio Carille chegou a seis pontos -mesmo número do Bragantino, que leva desvantagem nos critérios de desempate e ocupa a segunda colocação. Porém, o time de Bragança Paulista entra em campo nesta quinta-feira (25), às 18h30, contra o São Bento.

Agora, o Corinthians se prepara para o clássico contra o São Paulo, marcado para sábado (27), às 17h, novamente no Pacaembu.
O clube alvinegro utiliza o estádio municipal neste início de ano porque o gramado do Itaquerão passa por reformas.

O JOGO
Depois de escalar os titulares nos dois primeiros jogos do Paulista e também na Flórida Cup, Carille resolveu poupar cinco jogadores contra a Ferroviária. Jadson, Clayson, Romero e Kazim ficaram no banco de reservas, enquanto Rodriguinho nem sequer foi relacionado.
Maycon foi escalado para atuar ao lado de Gabriel. Assim, o Corinthians voltou a jogar no 4-2-3-1 como na temporada passada. Já Jadson foi substituído por Mateus Vital e Clayson por Marquinhos Gabriel. Já Júnior Dutra foi testado no lugar de Kazim, enquanto Lucca na vaga de Romero.

Mesmo com as mudanças, o Corinthians teve o domínio territorial, mas encontrou dificuldades para criar jogadas. Na etapa inicial, o time alvinegro ameaçou duas vezes. Na primeira, Marquinhos Gabriel enfiou para Fagner, que invadiu a área e bateu cruzado para defesa de Tadeu. Na outra, Marquinhos Gabriel cruzou para Balbuena cabecear no travessão.

Matheus Vital e Lucca tiveram atuação discreta e pouco fizeram.
Já a Ferroviária marcava no campo de ataque e aproveitou sua única oportunidade no primeiro tempo para abrir o placar. Aos 18min, Hygor cruzou na medida para Léo Castro, que cabeceou forte no canto de Cássio.

No segundo tempo, o Corinthians conseguiu empatar logo no início. Aos 2min, Fagner avançou pelo lado direito e cruzou para Balbuena cabecear e deixar tudo igual.

A equipe alvinegra manteve o ritmo e cresceu após a entrada de alguns titulares. Jadson substituiu Gabriel. Assim, Maycon ficou como primeiro volante e o Corinthians ganhou em ofensividade. Romero e Clayson também entraram nos lugares de Marquinhos Gabriel e Lucca, respectivamente.

E foi Clayson o responsável pelo segundo gol. Aos 37min, Maycon tocou para Clayson, que cortou para o meio e chutou cruzado para marcar o gol da vitória corintiana.

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique, Juninho Capixaba; Gabriel (Jadson), Maycon, Marquinhos Gabriel (Romero), Mateus Vital; Lucca (Clayson), Júnior Dutra. T.: Fábio Carille

FERROVIÁRIA
Tadeu; Alisson, Elton, Luan, Daniel Vançan; Bruno Silva, Ikaro, Velicka (Moacir); Welinton Júnior (Damasceno), Léo Castro, Hygor. T.: PC Oliveira

Estádio: Pacaembu, em São Paulo
Juiz: Adriano de Assis Miranda
Gols: Léo Castro, aos 18min do primeiro tempo (Ferroviária); Balbuena, aos 3min, e Clayson, aos 38min do segundo tempo (Corinthians)

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here