Cavalo é agredido durante rodeio em Araçoiaba da Serra e caso vai parar no MP

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que um cavalo é agredido por um peão durante um rodeio no Abril Fest, evento que acontece em Araçoiaba da Serra.

Divulgada no Facebook, na última segunda-feira (23), a filmagem teve, até a manhã desta quinta-feira (26), mais de 25 mil visualizações e quase 540 compartilhamentos.

As imagens mostram o momento em que um homem, funcionário de uma empresa subcontratada pelo evento para fazer o rodeio, tenta puxar o cavalo para a arena para a apresentação, mas o animal se recusa. O homem então dá tapas, chicoteia e dá chutes no pescoço do animal, momento em que ele cede após ser agredido e obedece a ordem.

O vídeo revoltou diversos internautas, que passaram a condenar e criticar a atitude do autor das agressões.

Ao Portal Ipa Online, a presidente da Comissão de Proteção Animal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Sorocaba, a advogada Geórgia Nuño Racca, afirmou que tomou conhecimento do fato nesta última quarta-feira (25) e encaminhará a denúncia ao Ministério Público para apuração. “Se [o MP] entender também que houve maus-tratos, o agressor pode ser condenado de três meses a até um ano de prisão”, afirmou ela.

Entretanto, caso seja réu primário, o condenado pode adquirir uma transição penal e, em um possível acordo, prestar somente serviços comunitários e pagar multa. Ainda podem responder perante a Justiça o proprietário do animal, a empresa contratada para a realização do rodeio, a organização do evento e até mesmo a Prefeitura de Araçoiaba da Serra, relatou Geórgia.

Leia a nota da Comissão de Proteção Animal na íntegra

“A Comissão de Proteção Animal da OAB Sorocaba repudia a prática de Rodeios e demais atividades que se utilizam da exploração e sofrimento animal como ‘diversão e esporte’. Os defensores destas práticas costumam alegar que ‘não há maus tratos’ e que os animais são ‘super bem tratados’ Não é o que vemos nas imagens feitas neste último fim de semana no #abrilfest, onde tomaremos as medidas judiciais cabíveis para que seja apurado o ocorrido.”

Posicionamento da organização

Por meio de nota, a organização do evento afirmou que será proibida a entrada e permanência do agressor ao local do evento. Além disso, disse “repudiar veementemente qualquer espécie de violência aos animais que participam dos rodeios e não é conivente com o mau comportamento do agressor, que violentamente bateu no animal”.

A organização explicou que subcontratou outra empresa para a realização dos rodeios em cavalo e em touro, e, em razão do acontecido, já rescindiu o contrato e aplicou a sanção constante do termo que havia sido pactuado.

Mais providências serão tomadas, ainda de acordo com ela, como a representação criminal por maus tratos em animais, a fim do que ocorreu diante de todo o público na Abril Fest, não ocorra em outros eventos e em outras situações onde não há publico observando.

Por fim, informa que, em razão do triste acontecimento que foi a violência contra o animal, o rodeio em cavalos será realizado sob a responsabilidade de outra empresa, pois foi efetuada a rescisão contratual com a empresa anterior.

1 Comentário

  1. Você, covarde, que agride animais, se você ler esse comentário entre em contato porque eu quero ver se você tem coragem de bater em HOMEM. Duvido muito que gente da sua laia leia jornais ( isso se souber ler ) mas fica o convite, COVARDE.

Comments are closed.