Uma vendedora ambulante, de 48 anos, que trabalha com lanches na Zona Leste de Sorocaba registrou um boletim de ocorrência contra a Guarda Civil Municipal (GCM). Ela relata que mesas e cadeiras foram quebradas por uma equipe que fazia fiscalização no local. O caso foi registrado na tarde de quarta-feira (26).

Na denúncia, a vendedora contou que estava próximo ao local onde trabalha, no bairro Barcelona, quando foi abordada por uma equipe da GCM dizendo que precisaria revistar o local por ter recebido uma denúncia de tráfico de drogas. “Eles não perguntaram nada e quebraram tudo, só não quebraram o carrinho porque eu entrei na frente”, conta.

A mulher disse ainda que foi ameaçada caso contasse o que aconteceu no local. “Eles saíram do local dizendo para eu não denunciar nada para ninguém, porque senão seria prejudicada”.

Questionada, a o comando da Guarda Civil Municipal disse que o local de trabalho vendedora já estava destruído quando os oficiais chegaram para fazer a revista. Mesmo assim, a Corregedoria da GCM vai investigar a acusação da ambulante.

3 Comentários

  1. tem que se averiguar, mais ta mal contada essa versão, pessoal da guarda não iriam fazer isso, vejo o a guarda dando um auxilio muito grande aqui no bairro barcelona, nunca presencie nada de abuso deles, ao contrario, sempre foram bem cautelosos, agora quando é vagabundo eu APOIO SIM q a guarda desça o braço…a reportagem devia ter colocado o endereço da occorrencia,

  2. Não sabia que teria cortina de fumaça na nova temporada de “A Casa de Papel” …

  3. Que notícia hein! Esta faltando assunto na cidade e na região ou o editor é fraco mesmo? Tenha dó!!!

Comments are closed.