As Unidades Básicas de Saúde de Sorocaba devem receber, nesta quinta-feira (8), as doses de vacina fracionada contra febre amarela. No total, 32 UBS’s receberão o material.

A primeira Unidade Básica de Saúde a receber a vacina foi a do Éden, nesta quarta-feira. Nesta quinta-feira (8), as 32 UBSs de Sorocaba passarão a vacinar toda a população da cidade, inclusive pessoas que vão viajar para os países com recomendação da vacina.

Programação de vacinação

As UBSs Haro, Márcia Mendes, Sorocaba I, Wanel Ville, Rodrigo, Maria do Carmo e Laranjeiras, vacinarão 500 pessoas por dia.

Já nas UBSs Cerrado, Simus, São Guilherme, Barão, Maria Eugênia, Nova Esperança, São Bento, Carandá, Angélica, Fiori, Mineirão, Nova Sorocaba, Habiteto, Paineiras, Ulisses, Vitória Régia, Éden, Barcelona, Escola, Hortência e Santana, serão 300 pessoas vacinadas por dia. O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira, a partir das 8 horas, por distribuição de senhas conforme ordem de chegada. Caso o quantitativo de senhas não excedam, as mesmas serão fornecidas até às 15h.

Apenas as UBSs Aparecidinha, Brigadeiro Tobias, Sabiá e Cajuru, irão usar do sistema de agendamento para vacinação. Essas regiões já receberam as ações preventivas contra a febre amarela e já atingiram ou estão próximas de atingir a cobertura de imunização.

De acordo com a SES, essa estratégia com diferentes quantitativos de doses diárias nas UBSs foi em decorrência da proporção de população assistida em cada região. A meta é que 87% da população de Sorocaba seja imunizada e o encerramento da campanha está previsto para início do mês de maio de 2018.

O fracionamento corresponde à aplicação de um quinto da dose integral da vacina. Dessa forma, um frasco com dez doses da vacina padrão pode imunizar até 50 pessoas. As seringas são especiais para a dosagem fracionada, são menores e conseguem aplicar doses de 0,1 ml com sistema de segurança. De acordo com o Ministério da Saúde, a dose padrão da vacina contra a febre amarela protege uma pessoa por toda a vida, enquanto a fracionada dura por pelo menos oito anos, sendo recomendado o reforço após esse período.

UBS do Jardim São Guilherme está dentro da programação para receber vacinas fracionadas / Foto: Agência Sorocaba

Para se vacinar, o cidadão deverá procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e levar consigo o documento de identificação com foto e a carteirinha de vacinação. O endereço das 32 UBSs podem ser consultados no seguinte link – http://saude.sorocaba.sp.gov.br/destaques/unidades-basicas-de-saude/ .

Ampliação de Vacinação para viajantes nas 32 UBSs

A partir desta quinta-feira (8), a SES ampliará os postos de vacinação para viajantes nas 32 UBSs. Anteriormente, eram oferecidos três postos de vacinação para viajantes, nas UBSs Escola, Simus e Angélica com uma média de 1.250 imunizados por semana. A pessoa que vai viajar para países com recomendação da vacina deverá procurar qualquer uma das 32 UBSs para se imunizar com a dose plena da vacina. O viajante deverá levar documento de identificação com foto, carteirinha de vacinação e comprovação da viagem para o exterior. Para consultar se o país de destino exige a vacina contra a febre amarela, basta acessar o link – http://saude.sorocaba.sp.gov.br/destaques/vacinacao-contra-febre-amarela/.

Certificado Internacional de vacinação terá emissão por agendamento

A Secretaria da Saúde de Sorocaba adotará o sistema de agendamentos para organizar o serviço de emissão de Certificados Internacionais de Vacinação contra a febre amarela a partir desta quinta. Essa mudança mostrou-se necessária devido à grande demanda de pedidos e para facilitar o acesso dos cidadãos residentes em Sorocaba ao serviço.

O agendamento aos que necessitam do certificado poderá ser feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em quatro UBSs da cidade. Na UBS da Vila Angélica, localizada na Rua Major Silva Vilela, 27, e na UBS da Vila Hortência à rua Teodoro Kaisel, 677. Além da UBS Simus, situada na Alameda dos Lírios, 3270, e na UBS Cerrado, situada à Rua Visconde do Rio Branco, 885. Segundo a SES, a emissão do certificado será realizado de acordo com a prioridade de data da viagem de cada pessoa.

O documento é exigido para viagens internacionais para vários países. Para a emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP) o sorocabano já vacinado precisa inicialmente fazer um pré-cadastro no site www.anvisa.gov.br e depois comparecer a uma das quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs) indicadas. Para o atendimento é preciso apresentar, além do cadastro prévio, um documento oficial com foto, comprovante de endereço, comprovante de viagem internacional e a carteirinha de vacinação convencional contendo a anotação da dose plena contra febre amarela aplicada que tem validade para a vida toda.