Natália Portinari*, FOLHAPRESS

A Toyota anunciou nesta segunda-feira (8) uma espécie de minivan elétrica e autônoma para atender o setor de serviços e de transporte coletivo, a E-Palette.

A ideia é ter uma frota pronta para demonstrações na Olimpíada de Tóquio, em julho de 2020. Amazon, Pizza Hut, Uber e a chinesa Didi – que comprou recentemente a brasileira 99 – são parceiros do projeto.

O conceito, demonstrado na CES, feira de eletrônicos em Las Vegas (EUA), é de um carro versátil, cujo interior pode ser repaginado para virar uma loja de roupas ou um centro hospitalar, por exemplo, atendendo os setores de varejo e serviços.

Um sistema centralizado de inteligência artificial da Toyota irá controlar a frota, mas os parceiros podem usar seus próprios sistemas se preferirem, disse o presidente da empresa, Akio Toyoda.

A aparência externa do E-Palette também é customizável, permitindo que sirva como outdoors para as marcas que usarem os serviços. A ideia inicial é produzir o carro em três tamanhos diferentes.

Toyota afirmou também que todos os carros da empresa terão uma versão elétrica até 2025.

*A jornalista viajou a convite da Qualcomm.