Por Gustavo Ferrari

Os titulares das secretárias de Licitações e Contratos (Selc), Hudson Moreno Zuliani, e Abastecimento e Nutrição (Seaban), José Olímpio Silveira Moraes Júnior, ignoraram as solicitações da empresa Cheff Grill & Refeições para apresentar proposta orçamentária ao fornecimento de merenda escolar em Sorocaba.

Os contratos, divididos em três lotes, vencem na próxima segunda-feira (5) e, até o momento, a Prefeitura não decidiu o que fará a respeito.

Atualmente, os três lotes são divididos entre as empresas Pack Food Comércio de Alimentos Ltda. e AEX Alimento e Comércio de Refeições e Serviços Ltda. Somados, os contratos chegam a R$ 42,8 milhões.

A Cheff Grill, por intermédio da gerente comercial, Katia Cristina Santos, tentou contato com o titular da Selc, Zuliani, no dia 5 de janeiro, tanto por e-mail quanto por telefone. Informada da ausência do secretário (que pediu exoneração para ir a Memphis, nos Estados Unidos, passear), a representante da empresa encaminhou novo e-mail, agora ao substituto de Zuliani, João Batista Sigilo Pellegrini, o Tita, no dia 8 de janeiro, e também tentou contato por telefone. Não houve retorno.

No dia 9 de janeiro, foi a vez de a empresa encaminhar novo e-mail, dessa vez ao secretário da Seaban, José Olímpio Silveira Moraes Júnior. Na ausência de retorno, um contato com a pasta foi efetuado. Márcio Carrara, funcionário da secretaria, teria informado à Cheff Grill que a responsabilidade pelas informações seria da Selc, e que não poderia “ajudar com respostas” a empresa.

A Cheff Grill tentou mostrar à Prefeitura ser capaz de prestar serviços “satisfatórios, com preços baixos e de qualidade”.

Até a tarde desta quarta-feira (31), a Prefeitura não havia publicado informações referentes à renovação ou aditamento dos contratos das empresas que atualmente operam os três lotes da merenda, nem no Jornal Oficial do Município, nem no Portal da Transparência.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here