Prefeito Crespo anuncia que pretende reformar a Estação Ferroviária

O prefeito José Crespo anunciou, na tarde de sábado (27), em uma reunião na Casa do Turista, com representantes do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS), quatro secretários municipais, representantes de outras três secretarias, Polícia Militar e Guarda Civil Municipal, que pretende reformar a área da Estação Ferroviária. De acordo com o prefeito, será tentada uma parceria com a iniciativa privada com uma medida mitigadora, ou seja, de compensação, além da ação da própria Prefeitura por meio das suas secretarias e do apoio da Polícia Militar, os quais vão agir sobre os problemas paralelos à situação em que se encontra o local.

“É muito importante que tenhamos parcerias para resolver os problemas que estamos vivendo aqui. As melhorias, inclusive a resolução de problemas emergenciais, como a frequência de moradores de rua, o tráfico de drogas, a sujeira e a falta de iluminação, só vão poder ocorrer rapidamente por meio dessa ajuda”, disse o prefeito.

O secretário de Conservação, Serviços e Obras, Fábio Pilão, se comprometeu a melhorar a iluminação e a limpeza. O secretário de Cultura e Turismo, Werinton Kermes, disse que adotará algumas medidas para atrair o público. Já o secretário de Gabinete Central, Eric Vieira, afirmou que ações de curto prazo começam nesta semana. Por fim, o secretário de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante, informou que já tem o projeto de reforma da área da estação pronto. Ele foi desenvolvido pela equipe da sua pasta. “As benfeitorias na estação trarão melhorias para a região central de Sorocaba e beneficiarão toda a comunidade”, afirmou Fioravante.

Na área de segurança, o coronel Antônio Valdir Gonçalves Filho, comandante do CPI-7, disse que tem intensificado as ações de policiamento no local, realizando inúmeras ações que já culminaram em apreensões. Ele sugeriu ainda o fechamento de algumas passagens que servem de acesso para pessoas entrarem na estação. O comandante da Guarda Municipal, Marcos Mariano, afirmou que irá disponibilizar uma viatura para ter mais frequência no local em apoio às ações que serão desenvolvidas pela Polícia Militar. O objetivo é trazer uma situação de mais normalidade para o local e retomar a posse dele para a comunidade desfrutar, segundo o comandante.

O encontro aconteceu a pedido da presidente do MACS, Cristina Delanhesi, que listou as reivindicações logo no início da reunião, salientando como principais pontos a segurança do local e as condições de degradação em que o prédio se encontra, o que acabou sendo atendido pelo anúncio das providências emergenciais. Participaram ainda: Edimilson Chelles, coordenador de Eventos da Secultur; major Fernando de Agrella, comandante interino do 7º Batalhão; Jeferson Gonzaga, da Secretaria de Segurança e Defesa Civil; Maristela Honda, vice-presidente do MACS, diretores e conselheiros do MACS, além da equipe Secretaria de Comunicação e Eventos.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here