Atualizada às 17h42

Os pacientes que estiveram na Unidade de Pré-Hospitalar (UPH), da Zona Norte tiveram que aguardar várias horas para serem atendidos, na manhã desta segunda-feira (15). Falta de médicos e de organização estão entre as denúncias dos moradores.

De acordo com relatos, após o cadastro os pacientes eram encaminhados para salas de espera, muitos tiveram que aguardar por aproximadamente cinco horas para receber o primeiro atendimento. “No setor de pediatria tem apenas um médico atendendo, isso tem que mudar”, reclamou uma paciente que prefere não ter a identidade revelada.

Pelas imagens que nos foram encaminhadas é possível ver o acúmulo de pacientes nos corredores da unidade de saúde. Muitos não tinham onde sentar e foram obrigados a aguardar em pé pelo atendimento no corredor da UPH.

Uma paciente que aguardava para passar pela pediatria informou que a ficha da filha dela foi perdida. “Estava aguardando a horas, quando fui questionar o porquê da demora, não encontram minha ficha”, lamentável.

Outro morador informou que a superlotação na UPH é frequente. “Essa situação é comum. Todos os dias as salas estão lotadas e os pacientes são obrigados esperar horas e horas o atendimento médico”.

Por outro lado, a Prefeitura de Sorocaba informa que as denúncias não procedem e esclarece que, “a UPH (Unidade Pré-hospitalar) Norte conta com oito médicos em seu plantão, sendo seis clínicos e dois pediatras. Nesta segunda-feira (15) o movimento foi intenso, mas o tempo médio de espera pela consulta médica foi de duas horas e foram realizadas 472 consultas, entre atendimento médico adulto, pediátrico e odonto”

7 Comentários

  1. Valew Crespãoo o top das galáxias, duro que do outro lado tinha o Psolistas Raul Marcelo, da mesma ideologia comunista de Manuela D Ávila e outras porcarias como Jean Willys, já pensou Sorocaba, uma cidade dominada pelo Socialismo, Gezuz, é torcer para o Vitor Lippi estar na disputa nas próximas eleições senão vai ser isso, se bem que teremos o Danilo Balas, da polícia federal.

  2. jaja vem e secretaria de saude dizer que tudo fuciona mil maravilhas isso e uma coisa antiga ja acontece a muito tempo nada fuciona a suade publica esta uma calamidade .

  3. Ué… a culpa do mau atendimento não era dos concursados ?
    Não é verdade que nunca houve sucateamento PROPOSITAL das emergências para criar um caos que justifica$$e a terceirização?
    Não afirmado que a terceirização iria dar um atendimento de primeiro mundo a Sorocaba ?
    “Entrevistas” não foram publicadas , com textos de uma retórica intocável , fazendo juras de amor às terceirizadas ?
    E agora ??? Será que lixo debaixo do tapete vai aparecer finalmente, porque essa situação JÁ DURA MUITO TEMPO !!!
    Ouço reclamações DIÁRIAS contra esse circo de horrores, que serve cafezinho mas não SAÚDE ! Agora é que estourou .
    E a prefeitura ? Ora, COMO SEMPRE NEGA, MANIPULA, MENTE para a população.
    Pois bem, sorocabanos : os profissionais mudaram, a direção mudou, a cor do prédio mudou e o atendimento , se não continua o mesmo, PIOROU !
    O que continua o mesmo é o gestor… de quem sempre teria sido a culpa, então ?
    Acordem, cidadãos sorocabanos… não esperem o GAECO na secretaria da saúde para perceber a verdade.

  4. Como diria um “velho deitado”: – Por fora, bela viola, por dentro, pão bolorento.

    Esse é o cuidado que nossa administração municipal tem pelos cidadãos.

    Contrataram/Terceirizaram a UPH dizendo que é modelo de administração e atendimento a população.
    Estes, por sua vez, pintaram o prédio, trocaram a mobília, mas pelo que parece, o atendimento continua igual a gestão municipal que era antes.

  5. Essa unidade da UPH Zona Norte tá sempre um inferno somado ao péssimo atendimento. Só lamento pelas pessoas que precisam e não tem alternativa…

Comments are closed.