Por Gustavo Ferrari

Três pacientes com câncer, que se deslocavam de Sorocaba a Guarulhos, na Grande São Paulo, para tratamento de oncologia, no Hospital Geral de Guarulhos, ficaram no acostamento por mais de quatro horas, na tarde desta segunda-feira (25), na capital paulista. O carro que eles estavam, prefixo 0139, da Prefeitura de Sorocaba, quebrou na Marginal Pinheiros e um outro veículo só foi deslocado para socorrê-los às 17h20. O tratamento estava agendado às 13h30.

Veículo quebrado na Marginal Pinheiros em São Paulo

Segundo familiares de Job Diogo, de quase 80 anos, um dos pacientes que estavam no veículo e que iria começar a primeira sessão de radioterapia no Hospital Geral de Guarulhos para tratamento de um câncer na próstata, a saída de Sorocaba estava prevista às 11h30, porém, o carro da Prefeitura só apareceu para buscá-lo às 12h20.

Job faz acompanhamento periódico na Unidade Básica de Saúde de Brigadeiro Tobias e se deslocava a Guarulhos para completar o tratamento oncológico. Outros dois pacientes, que estavam junto com ele, seguiam para sessões semelhantes.

Sentados na mureta

Quando o carro levando o trio atravessava a Marginal Pinheiros, um problema mecânico obrigou o motorista da Prefeitura de Sorocaba a parar o veículo no acostamento da via expressa. Os ocupantes desceram e permaneceram sentados na mureta de concreto por mais de quatros horas, aguardando um outro carro, que só chegaria ao local após as 17h.

Os três pacientes perderam os seus respectivos tratamentos. Um deles, portador de epilepsia, teve uma crise no decorrer da tarde e precisou da ajuda dos demais. “A Prefeitura de Sorocaba sequer agilizou a troca dos veículos, deixando todos lá, na Marginal Pinheiros, sem saber o que fazer”, disse Leandro, genro de Job Diogo, ao Ipa Online. “Um verdadeiro descaso”.

Segundo ele, houve tentativas de abrir “um chamado, uma reclamação” por meio do telefone 156 da Prefeitura, inclusive com tentativas de “acionar a Ouvidoria da Saúde”, porém, “sem sucesso”.

Veículo locado

Por meio de nota, a Prefeitura de Sorocaba esclarece “que se trata de um veículo da empresa Via Brasil, locado pela Divisão de Logística e Operação da Secretaria de Licitações e Contratos (Selc), que realiza o transporte dos pacientes da rede municipal de saúde que fazem tratamento médico na capital e em outros municípios do interior paulista”.

Segundo a nota, “nesta segunda-feira (25), o veículo quebrou às 13h45 e imediatamente o setor responsável acionou a empresa para prestar socorro. A ajuda chegou às 17h e os pacientes seguiram para a cidade de Guarulhos para tentar passar pela consulta ou agendar o retorno”.

A Prefeitura de Sorocaba ressalta que “notificará a empresa para apurar a demora da assistência”.

5 Comentários

  1. Esse problema não é do governo Crespo( não estou defendendo ele), mas é um problema, que se arrasta por muitos anos, desde gestões passadas, existe uma falta de vontade por falta do gestor das ambulâncias, que por sua vez não está nem um pouco preocupado com a população, porque não são da família dele…..

  2. Eu faço tratamento no hospital da mulher em São Paulo e já aconteceu a mesma coisa, a gente sai 2 há da manhã de casa, se a consulta for cedo antes das 10 da manhã nós viemos de volta com o carro que volta esse horário ou senão ficamos até umas,7 ou 8 horas da noite em casa , geralmente depois de ter passado o dia inteiro fora, ainda tenho que voltar de apé até em casa, porque não tem um carro menor pra trazer, sendo que o meu problema é no útero e sinto dores abdominais fortes! Um total descaso, porque não é famíliar deles que estão lá! Podiam fazer uma séria reportagem sobre isso e verão se é verdade esse sofrimento do pessoal,!

    • Esse problema não é do Governo atual, e sim algo que se arrasta desde antes de Vitor Lippi. É total falta de visão e coerência dizer que se trata somente de um Governo atual, tipicamente coisa de Petralha que perdeu as eleições e não se conforma…..

      • Jogar a culpa nos outros é mole. Quem tem coragem e competencia chama o problema pra si e resolve ao invés de arrumar desculpas.

        Bora trabalhar corja!!!

        #FORA CRESPO

Comments are closed.