A instalação do 5º Distrito de Medição e Controle (DMC 5) é feita na manhã da sexta-feira (26). Os trabalhos exigem o fechamento da rede, suspendendo a distribuição de água pelo período de seis horas, em alguns bairros situados em áreas de menor altitude na região do Central Parque. A expectativa é que o abastecimento esteja normalizado a partir das 14h.

Os bairros onde haverá a suspensão são o Central Parque, Jardim São Marcos, Jardim Arco Íris, Jardim Itanguá, Parque Ouro Fino, Parque Esmeralda, Wanel Ville I, Parque Manchester, Jardim Simus e Verde Vale.

A recomendação aos consumidores dessa região é garantir que os reservatórios dos imóveis estejam cheios antes das oito horas da manhã para o uso durante as seis horas de suspensão.

Aqueles que consumirem com economia o volume reservado no próprio imóvel não devem ficar sem água nas torneiras. Outra dica é deixar para fazer depois das 14h todas as tarefas quem utilizem água e possam ser adiadas.

DMC 5 é instalado na avenida Santa Cruz

O 5º Distrito de Medição e Controle está sendo instalado na avenida Santa Cruz, esquina com a avenida Miguel Patrício de Moraes. O ponto da rede onde será acoplado o grande medidor de precisão (macromedidor) já foi aberto nos últimos dias para garantir a máxima de precisão no tempo de trabalho.

A instalação de macromedidores na rede do Saae-Sorocaba faz parte do Programa de Controle e Redução de Perdas de Água Tratada. Os macromedidores vão medir os volumes que entram e saem nas estações de tratamento de água, nos centros de distribuição e reservatórios, possibilitando identificar as perdas de água por vazamento ou fraude e em qual região ocorre. A identificação do local vai facilitar o trabalho de detecção e correção do problema.

Ao reduzir o índice de perdas de água tratada, o Saae-Sorocaba confere ainda mais eficiência ao seu sistema e garante maior volume de água para os consumidores com a mesma infraestrutura e custos com energia elétrica e tratamento. E ainda preserva os mananciais que abastecem Sorocaba, já que deixará de captar o volume de água que hoje se perde na rede de distribuição para a população.