21 motoristas são multados por blitz da lei seca em Sorocaba

Foto: Guilherme Lara Campos/A2 Fotografia

O Programa Direção Segura – ação coordenada pelo Detran.SP para a prevenção e redução de acidentes e mortes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção – autuou 21 pessoas em operações realizadas entre a noite de sexta e a madrugada deste sábado (6) em Sorocaba. Ao todo, foram fiscalizados 144 veículos nas avenidas Ipanema e Itavuvu.

Os condutores foram autuados por embriaguez ao volante ou recusa ao teste do etilômetro e terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, além de responderem a processo administrativo no Detran.SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Foto: Júlio Leite

Um dos condutores autuados, além das penalidades, também responderá na Justiça por crime de trânsito porque apresentou índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro. Se condenado, poderá cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.

AÇÃO INTEGRADA

O Programa Direção Segura integra equipes do Detran.SP, das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica. Pela Lei Seca (lei nº 12.760/2012), todos os motoristas flagrados em fiscalizações têm direito a ampla defesa, até que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seja efetivamente suspensa. Se o condutor voltar a cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado.

Foto: Júlio Leite

2 Comentários

  1. Ridículas essas blitz, têm finalidade meramente arrecadatória e falso moralista. Vão prender bandidos perigosos e assassimos que estão soltos aos montes!!
    Quem está bebendo de madrugada trabalhou a semana inteira quer se divertir um pouco, e nesse horário sequer atrapalha trânsito ou provoca risco de acidentes, uma vez que quase não há veículos circulando.

  2. Quem não bebe álcool como eu e dirige com responsabilidade quer mesmo que sejam fiscalizados cada vez mais, talvez um dia, um dia, esse povo aprenda.

Comments are closed.