Por José Simões

O Grupo Katharsis da Universidade de Sorocaba se apresenta em Namur, Bélgica, no Festival des Artes de la Scène, dia 15 de agosto, o espetáculo recente do grupo – “Estação Paraíso”.

A peça “Estação Paraíso” conta a relação de dois jovens em viagem pela Europa, passando por diversas situações interculturais. Desde o envolvimento em manifestações pela independência da Catalunha, até as mais curiosas experiências nos Alpes, nas vinícolas, nos metrôs, nos museus, trabalhando em lanchonete para se sustentar, dormindo em albergues, pedindo carona, etc. Trata-se de histórias envolvendo a transitoriedade das personagens. É bem por isso, a alusão no título à estação de metrô – estação paraíso.

A peça é falada em várias línguas, como um registro de viajantes tentando se comunicar como podem nos lugares que passam, misturando italiano com espanhol, inglês e francês.

A direção e a iluminação de Roberto Gill Camargo merecem destaque. No elenco estão Fabiana Souza e Jonas Martins, com sonoplastia de Flávia Priscila, iluminação e direção de Roberto Gill Camargo.

A produção é do Grupo Katharsis, com apoio da Universidade de Sorocaba.

Jose Simões é professor, encenador e pesquisador na área da Educação, do Espaço Teatral e Teatro-Educação.