Ela afeta mais de 18 milhões de brasileiros, 9,3% da população!

Por Osmeire Tobias

Isso mesmo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) a média mundial é de 3,6%.

Bem, ser uma pessoa ansiosa tem ligação com a nossa estrutura de personalidade é verdade, mas uma das pistas para entendermos esse grande número de pessoas ansiosas, está no nosso modo de vida baseado em excessos e a grande quantidade de informações que nem sempre conseguimos absorver, resultando em cobranças e pressões que acabam por nos aprisionar em nossas próprias mentes.

A ansiedade é uma emoção que é normal do ser humano, quando enfrentamos problemas, dificuldades no trabalho, a tensão antes de uma prova ou em situações que exigem decisões difíceis. É uma resposta do sistema nervoso autônomo através do corpo, como um reflexo, independente do nosso pensamento racional.

As reações são: Aceleração os batimentos cardíacos, Dilatação dos brônquios, para aumentar a respiração; alteração da motilidade (funcionamento) do intestino; aumenta a liberação de cortisol entre outras e que levam a diversos impactos no nosso organismo.

Ela começa a se tornar um problema de fato, quando é excessiva, pois pode vir a se transformar num Distúrbio de Ansiedade, fazendo com que a pessoa sinta uma preocupação e medo extremos diante de situações relativamente simples do dia a dia. O prolongamento do tempo dessa situação leva a um aumento da tensão e pode tornar o problema crônico.

O modo de vida da nossa sociedade, contribui muito para que tenhamos tantos casos de transtorno de ansiedade, pois ele traz em si, aspectos que são fatores de risco para o desenvolvimento do distúrbio. Entre eles estão a condição de estarmos expostos aos “Eventos traumáticos na infância ou mesmo vida adulta”, e o “Acúmulo de estresse” por exemplo; facilmente identificados nos inúmeros casos de violência infantil, e na violência de forma geral e na desigualdade social.

A crise financeira e os índices de violência, refletem na organização e na harmonia das famílias, gerando um ambiente favorável a esses transtornos, como preocupações constantes com a manutenção financeira e o medo frequente de ser vítima de assaltos, por exemplo.

Veja quais são os sintomas do Transtorno de Ansiedade em: http://osmeiretobias.com.br